Jennifer Lopez cancela show no Chipre após protestos

Apresentação havia sido criticada por milhares de cipriotas gregos

Reuters |

AP
A atriz e cantora Jennifer Lopez
A pop star latina Jennifer Lopez cancelou uma apresentação no norte do Chipre, dominado pela Turquia, depois de ter desencadeado uma enxurrada de protestos irados de milhares de cipriotas gregos deslocados. O show que a cantora faria em um hotel de luxo suscitou protestos indignados de gregos que a acusaram de legitimar o norte do Chipre, Estado separado reconhecido unicamente por Ancara.

"Jennifer Lopez jamais apoiaria, ciente do fato, qualquer Estado, país, instituição ou regime associado a qualquer tipo de abuso dos direitos humanos", disse um comunicado no site da artista na Internet. "Após uma revisão das circunstâncias relevantes no Chipre, a decisão de seus assessores foi cancelar a apresentação. Essa foi uma decisão de equipe que reflete nossa sensibilidade diante das realidades políticas da região."

Lopez, seu marido, o cantor Marc Anthony, e seus dois filhos iriam hospedar-se no Cratos Premium Hotel, situado em uma região da qual milhares de cipriotas gregos foram expulsos em 1974. Ela estava prevista para apresentar-se no hotel em 24 de julho.

    Leia tudo sobre: Jennifer Lopez

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG