Janelle Monáe faz show antológico no Summer Soul Festival

Americana cantou por apenas 40 minutos em Florianópolis, abrindo para Amy Winehouse

Augusto Gomes, enviado a Florianópolis |

Janelle Monáe é uma artista como poucas. Canta e dança com raro talento, é carismática, e tem a rara capacidade de misturar ousadia e apelo pop. Brilhante não é um adjetivo exagerado para descrevê-la. E ela sabe disso, tanto que não tem o menor medo de ser ambiciosa.

Isso ficou claro durante o show que ela fez neste sábado em Florianópolis, dentro do Summer Soul Festival. O repertório foi baseado no disco "The ArchAndroid", lançado no ano passado e inspirado no filme "Metrópolis", clássico do cinema mudo dirigido por Fritz Lang.

Janelle iniciou a performance cantando de costas para o público, coberta por um manto e no meio de duas dançarinas. O show começou a todo vapor, com uma energética sequência que incluiu os sucessos "Dance or Die" e "Locked Inside". Logo depois, como para provar sua versatilidade, ela mudou completamente o tom, cantando uma música a capella.

Os melhores momentos, no entanto, foram os mais dançantes, como "Wondaland" e "Tightrope", que fechou o show após apenas quarenta minutos. Uma pena - a cantora tinha munição para pelo menos outros quarenta minutos de apresentação, tanto que muita gente não acreditou que o show tinha terminado.

A terceira e última performance da noite será da cantora britânica Amy Winehouse. Este será o primeiro show da turnê brasileira da artista. Depois de cantar em Florianópolis, ela segue para o Rio de Janeiro (dias 10 e 11), Recife (13) e São Paulo (15).

    Leia tudo sobre: janelle monáeshowamy winehouse

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG