iG Recomenda - The Dead Weather

Segundo disco da banda de Jack White (também White Stripes e Raconteurs) é um dos melhores de 2010

Augusto Gomes, iG São Paulo |

Divulgação
Capa do disco Sea of Cowards , do Dead Weather
O Dead Weather é a terceira banda do incansável Jack White. Com a primeira, o White Stripes, ele mudou a cara do rock do século 21: seis ótimos discos, um punhado de sucessos (incluindo o megahit "Seven Nation Army"), incendiárias apresentações ao vivo e toda uma estética baseada em simplicidade (a bateria de Meg White), raízes (blues e country, duas obsessões) e guitarras (Jack não tem medo de ser um guitar hero tipicamente setentista). E uma boa dose de humor e estranheza, para completar.

Sua segunda banda, o Raconteurs, foi uma tentativa de fazer um rock mais clássico. No primeiro disco, Broken Boy Soldiers , o resultado foi brilhante. No segundo, Consolers of the Lonely , a receita desandou, apesar de algumas grandes músicas aqui e ali. E daí Jack resolveu investir no Dead Weather: ele na bateria e vocais, Dean Fertita (do Queens of the Stone Age) no baixo, Jack Lawrence (Raconteurs e Greenhornes) na guitarra e Alisson Mosshart (The Kills) nos vocais.

Em sua estreia ( Horehound , lançado ano passado), o grupo trouxe um blues pesado e sombrio, bem menos pop que White Stripes ou Raconteurs. E que tinha toda a cara de projeto paralelo, sem força para tirar o foco dessas duas outras bandas (ou do The Kills, a excelente "ocupação principal" de Alisson Mosshart). Mas aí o grupo veio com um espetacular segundo disco, Sea of Cowards . Lançado lá fora em maio deste ano, acaba de ganhar edição brasileira. É um dos melhores álbuns de 2010.

As principais qualidades de Horehound estão mantidas em Sea of Cowards . A sonoridade dos instrumentos, vinda diretamente dos anos 1970. A energia das performances. A capacidade de criar uma atmosfera bem particular. E o principal defeito daquele disco, a falta de grandes canções que condensassem aquelas qualidades, foi resolvido. Horehound às vezes parecia uma jam feita por gente talentosa mas dispersa. Sea of Cowards tem dedicação e foco, que resultaram em ótimas músicas.

Entre os pontos altos, estão os grandes riffs de guitarra de "Blue Blood Blues" e "No Horse", o pop sombrio de "The Difference Between Us", o belo uso dos teclados em "Gasoline" e "Jawbreaker". E as honras, aqui, não são apenas de Jack White: Jack Lawrence é um senhor guitarrista (afinal, toca na banda de um dos grandes guitarristas da atualidade), e Alisson Mosshart tem uma voz que mistura sensualidade e violência à perfeição. O bom e velho rock'n'roll dificilmente fica melhor do que isso.

    Leia tudo sobre: Dead WeatherJack White

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG