Guitarrista de blues David "Honeyboy" Edwards morre aos 96 anos

Apesar da idade avançada, músico, que faleceu em sua casa em Chicago, ainda fazia cerca de 70 shows por ano

EFE |

Getty Images
David "Honeyboy" Edwards
O guitarrista norte-americano de blues David Edwards, conhecido como "Honeyboy" e considerado o último bluesman da geração dos anos 30, morreu aos 96 anos em sua casa em Chicago, informa a agência britânica de notícias BBC.

Siga o iG Cultura no Twitter

Conhecido por suas longas turnês, Edwards se mantinha ativo e, apesar de sua idade, chegava a fazer 70 shows por ano. Ganhador de um Grammy em 2008 por seu blues tradicional, ele recebeu também outro no ano passado em reconhecimento pelo conjunto da obra.

"Just like Jesse James", "Long Tall Woman Blues" e "Gamblin Man" são algumas das mais conhecidas músicas de "Honeyboy", nascido em 1915 em Mississipi. O cantor aprendeu a tocar na infância e abandonou sua família aos 14 anos para viajar com alguns dos maiores músicos do "Delta blues".

Em 1942, começou a tocar profissionalmente em Memphis. "Honeyboy" tinha, segundo seu empresário, uma memória fotográfica de cada detalhe de sua vida e contava histórias lendárias como o momento em que o cantor de blues Robert Johnson morreu aos 27 anos depois de tomar um copo de uísque envenenado.

    Leia tudo sobre: David Honeyboy Edwardsblues

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG