Gang of Four promove destruição sonora em festival em São Paulo

Show da veterana banda britânica teve até microondas demolido em pleno palco

Augusto Gomes, iG São Paulo |

Jorge Rosenberg, especial para o iG
Jon King, vocalista do Gang of Four
Nem parecia que a banda já tinha mais de trinta anos de estrada. Em matéria de vitalidade e ousadia, o grupo britânico Gang of Four deixou para trás todas as bandas bem mais jovens que tocaram antes deles no festival Música no Parque, que aconteceu neste domingo em São Paulo. Em uma hora e meia de show, fizeram um rock ora dançante, ora experimental, ora barulhento. E muitas vezes tudo isso junto. Veja imagens do festival do Fotoshow .

Jorge Rosenberg, especial para o iG
Jon King e Andy Gill
A banda abriu a apresentação com "You'll Never Pay for the Farm", faixa de seu mais recente trabalho, "Content". Mas só pegou fogo mesmo nas duas músicas seguintes, "Not Great Men" e "Ether", dois clássicos do primeiro disco do grupo, "Entertainment!", de 1979. Essa foi a tônica da apresentação: um pouco mais morna nas canções novas, e incendiária nas mais antigas.

Não que o material mais recente da banda seja ruim - "A Fruitfly in the Beehive" e "Do As I Say", por exemplo, foram duas ótimas músicas. Mas elas não puderam competir com canções como a ensurdecedora "Anthrax" (em que Andy Gill extraiu microfonias incríveis de sua guitarra), a hipnótica "What We All Want" ou a dançante "To Hell with Poverty" (ponto de partida claro para o som de bandas como Bloc Party).

Mas o melhor foi guardado para o bis: no primeiro, vieram "I Love a Man in Uniform" e "Natural's Not in It", dois dos maiores sucessos do grupo. A banda ainda voltou uma segunda vez e tocou mais duas músicas: na primeira, "He'd Send in the Army", o vocalista Jon King cantou enquanto destruia um forno microondas com um pedaço de pau; a segunda (e última do show) foi justamente o maior clássico do Gang of Four, "Damaged Goods".

Foi o final perfeito para cerca de nove horas de shows no Parque da Independência, na Zona Sul da capital paulista. Além do Gang of Four, tocaram cinco bandas brasileiras e mais duas britânicas: o duo Blood Red Shoes, que fez maravilhas com sua minimalista formação de bateria e guitarra, e o cantor Miles Kane, mais um representante do burocrático rock inglês influenciado por Beatles.

Jorge Rosenberg, especial para o iG
O microondas destruído por Jon King
Veja abaixo o repertório da apresentação do Gang of Four:

01. "You'll Never Pay for the Farm"
02. "Not Great Men"
03. "Ether"
04. "I Parade Myself"
05. "Paralysed"
06. "A Fruitfly in the Beehive"
07. "Anthrax"
08. "What We All Want"
09. "Why Theory?"
10. "Return the Gift"
11. "At Home He Feels Like a Tourist"
12. "To Hell with Poverty"
13. "Do As I Say"

Bis 1

14. "I Love a Man in Uniform"
15. "Natural's Not in It"

Bis 2

16. "He'd Send in the Army"
17. "Damaged Goods"

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG