Fãs querem cancelar show em homenagem a Michael Jackson

Grupo de fãs-clubes enviou carta à organização apontando defeitos no evento

Reuters |

Um grupo de 35 fãs-clubes de Michael Jackson uniu forças para tentar cancelar um show em homenagem ao artista, marcado para 8 de outubro no País de Gales.

Siga o iG Cultura no Twitter

Em carta à empresa organizadora, a Global Live Events, os fãs -- da Europa, Austrália, China e Rússia -- disseram que o evento está "fadado ao fracasso" devido a uma série de confusões, o que inclui a doação da renda para fins beneficentes e o fato de o evento coincidir com o julgamento, em Los Angeles, do médico acusado pelo homicídio culposo de Jackson.

Entre as grandes atrações programadas estão Christina Aguilera, Smokey Robinson e Cee Lo Green. Beyoncé vai se apresentar via satélite, disseram os organizadores na segunda-feira (22).

Na semana passada, os organizadores retiraram o convite à banda Kiss, porque fãs se lembraram que o vocalista Gene Simmons chamou Jackson de "molestador de crianças" no ano passado. Jackson, que morreu em 2009, aos 50 anos, foi absolvido em 2005 de acusações de abuso sexual contra um menino.

Outra queixa dos fãs clubes também é o preço dos ingressos, entre 55 e 240 libras (R$ 145 a R$ 1028). "Da data marcada para este tributo... ao preço dos ingressos, à falta de clareza sobre quais entidades beneficentes receberão a doação, à falta de uma política de garantias dos artistas, a inclusão de Gene Simmons e a desonra, maculando assim o legado de Michael Jackson, foi a gota d'água", disse a carta, enviada pela Comunidade MJJ, que reúne 800 mil membros, e pelos mais de 30 fãs-clubes.

    Leia tudo sobre: michael jacksontributo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG