Ex-beatle e João Barone dividem palco em megashow em Vitória

Show na praia de Camburi reuniu mais de 10 mil pessoas

EFE |

O ex-beatle Pete Best e o baterista dos Paralamas do Sucesso, João Barone, dividiram o palco na noite deste domingo em um show que reuniu mais de 10 mil pessoas na praia de Camburi, em Vitória, no Espírito Santo.

A apresentação foi organizada pela banda capixaba Clube Big Beatles, uma das mais tradicionais do país de tributo ao quarteto de Liverpool, e que também convidou para o show a banda da Polícia Militar do Espírito Santo e a cantora lírica local Natércia Lopes.

O show começou com o Clube Big Beatles e a banda da Polícia Militar fazendo versões de clássicos dos Beatles e da carreira solo de John Lennon e Paul McCartney, enquanto Natércia Lopes subiu ao palco para cantar "Yesterday".

Barone apareceu na décima música, e exibiu seu conhecido talento em músicas do começo da carreira dos Beatles, como "I Wanna Be Your Man", "She Loves You", "Can't Buy Me Love" e "I Want To Hold Your Hand". Além disso, o baterista dos Paralamas se arriscou nos microfones, e cantou "Money".

Em seguida foi a vez de Pete Best subir ao palco, também para relembrar o começo da carreira dos Beatles, tocando músicas que ele costumava apresentar ao lado de Lennon, McCartney e George Harrison.

Com o Clube Big Beatles, e tendo duas baterias no palco, Pete Best tocou "Mr. Postman", "PS I Love You", "Till There Was You", "From Me To You", "I Saw Her Standing There" e "My Bonnie", que gravou junto com o quarteto de Liverpool e o músico inglês Tony Sheridan na Alemanha, em 1961.

O ponto alto da apresentação aconteceu nos minutos finais, quando uma terceira bateria foi colocada no palco e João Barone voltou para tocar ao lado de Best "One After 909" e "Twist And Shout", que encerraram o show.

Em sua passagem pela capital do Espírito Santo, Pete Best relembrou a época em que era um beatle, contou sobre a decepção de ter sido demitido da banda e confessou que gostaria de voltar a falar com Ringo Starr, que o substituiu na banda de maior sucesso da história do rock and roll.

No sábado, antes de se apresentar na casa de shows Spírito Jazz ao lado do Clube Big Beatles, visitou a comunidade Morro do Alagoano e se emocionou ao tocar junto com a bateria da escola de samba local Novo Império.

Pete Best fez parte dos Beatles de 1959 a 1962, quando foi demitido para que Ringo Starr pudesse entrar na banda. O episódio é considerado um dos mais controversos da história do rock, porque John Lennon, Paul McCartney e George Harrison não quiseram anunciar que o baterista estava perdendo o emprego, missão que coube a Brian Epstein, o empresário do grupo.

Nos anos seguintes à demissão, Pete, que estava nos Beatles na passagem da banda por Hamburgo, fase considerada como fundamental para seu amadurecimento, abandonou a música  e chegou a trabalhar em uma padaria, antes de conseguir um emprego público.

O primeiro baterista dos Beatles passou por um longo período de depressão no qual chegou a tentar suicídio, e só voltou à música em 1988, quando montou uma banda e passou a excursionar pelo mundo.

    Leia tudo sobre: pete bestvitoriajoao baronebeatles

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG