Erykah Badu é condenada por nudez

Cantora vai pagar multa e ficará seis meses em liberdade condicional por clipe

Reuters |

Getty Images
Erykah Badu se apresenta em São Paulo, no Credicard Hall, no dia 28 de agosto
A cantora soul e de R&B Erykah Badu pagou uma multa e ficará seis meses em liberdade condicional por ter tirado toda a roupa para filmar um vídeo musical em Dallas, Texas, no local onde o ex-presidente John Kennedy foi assassinado, disse um representante da cidade na terça-feira.

A cantora de 39 anos foi acusada em abril de conduta ilegal devido à filmagem de seu vídeo do single "Window Seat", de seu álbum mais recente, New Amerykah Part Two (Return of the Ankh) , na Dealey Plaza, em Dallas.

Badu acertou com promotores em Dallas, onde vive, que cumprirá liberdade condicional até 11 de fevereiro, e na semana passada pagou multa de 500 dólares, disse um porta-voz da prefeitura de Dallas.

Em "Window Seat", Badu tira toda a roupa ao longo da canção, enquanto caminha e corre pela praça. No final do vídeo ouve-se um tiro e ela cai ao chão, nua, enquanto sangue azul esguicha de seu corpo, formando a palavra "groupthink" (pensamento de grupo).

Kennedy foi morto a tiros em novembro de 1963 quando seu comboio passava pela Dealey Plaza, no centro de Dallas.

Assista ao clipe de "Window Seat":

    Leia tudo sobre: Erykah Badumúsicanudezprocesso

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG