Cantora vai pagar multa e ficará seis meses em liberdade condicional por clipe

Erykah Badu se apresenta em São Paulo, no Credicard Hall, no dia 28 de agosto
Getty Images
Erykah Badu se apresenta em São Paulo, no Credicard Hall, no dia 28 de agosto
A cantora soul e de R&B Erykah Badu pagou uma multa e ficará seis meses em liberdade condicional por ter tirado toda a roupa para filmar um vídeo musical em Dallas, Texas, no local onde o ex-presidente John Kennedy foi assassinado, disse um representante da cidade na terça-feira.

A cantora de 39 anos foi acusada em abril de conduta ilegal devido à filmagem de seu vídeo do single "Window Seat", de seu álbum mais recente, New Amerykah Part Two (Return of the Ankh) , na Dealey Plaza, em Dallas.

Badu acertou com promotores em Dallas, onde vive, que cumprirá liberdade condicional até 11 de fevereiro, e na semana passada pagou multa de 500 dólares, disse um porta-voz da prefeitura de Dallas.

Em "Window Seat", Badu tira toda a roupa ao longo da canção, enquanto caminha e corre pela praça. No final do vídeo ouve-se um tiro e ela cai ao chão, nua, enquanto sangue azul esguicha de seu corpo, formando a palavra "groupthink" (pensamento de grupo).

Kennedy foi morto a tiros em novembro de 1963 quando seu comboio passava pela Dealey Plaza, no centro de Dallas.

Assista ao clipe de "Window Seat":

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.