Empresário recua e nega reunião do Led Zeppelin

Segundo Peter Mensch, testes para vocalistas não deram certo e banda não deve mais tocar junta novamente

Redação iG Música |

Duraram 24 horas as especulações de que o Led Zeppelin ia voltar ao palcos mesmo sem Robert Plant nos vocais . O empresário do guitarrista Jimmy Page, Peter Mensch, voltou atrás e disse que a probabilidade da banda se apresentar ao vivo novamente é "zero".

Apesar disso, Mensch confirmou que foram realizados testes para procurar um substituto. Ele não abriu o jogo, mas acredita-se que tanto Steven Tyler, do Aerosmith, quanto Chris Cornell (Soundgarden, Audioslave) tenham participado da seleção. Segundo o empresário, no entanto, as tentativas não deram certo.

"Eles experimentaram com alguns cantores, mas não funcionou", disse Mensch, se referindo a Page, ao baixista John Paul Jones e ao baterista Jason Bonham, filho do falecido John Bonham. "O Led Zeppelin acabou. Se você não assistiu ao show deles em 2007, pode esquecer", concluiu.

A história parece ter chegado ao fim, mas queremos saber a sua opinião: se a banda decidisse realmente seguir em frente sem Plant, quem deveria assumir os vocais? Participe da enquete .

    Leia tudo sobre: led zeppelin

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG