N Sync é condenado a 25 anos de prisão - Música - iG" /

Empresário de Backstreet Boys e N Sync é condenado a 25 anos de prisão

Redação iG Música |

Lou Pearlman, empresário responsável pelo sucesso de grupos como Backstreet Boys e 'N Sync, foi condenado a 25 anos de prisão nesta quarta-feira. Ele foi considerado culpado por fraudar investidores e bancos no valor de 300 milhões de dólares.

Pearlman, contudo, poderá ter a sua pena reduzida caso devolva parte do dinheiro que tirou de suas vítimas. Para cada um milhão de dólares restituído ele terá a diminuição de um mês em sua pena.

Durante o processo, o empresário confessou ter durante décadas atraído investidores para negócios que existiam apenas no papel. Segundo o advogado de Pearlman, a justiça estaria condenando seu cliente à prisão perpétua, já que ele está com 53 anos.

Pearlman formou o Backstreet Boys em 1993 inspirado pelo sucesso do grupo New Kids on the Block. Seu dinheiro foi novamente utilizado para impulsionar a carreira do 'N Sync, grupo que revelou Justin Timberlake.

Leia mais sobre Backstreet Boys e 'N Sync .

    Leia tudo sobre: backstreet boysnsync

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG