Elton John espanta chuva com clássicos pop em SP

Cantor inglês tocou seus maiores sucessos para quase 30 mil paulistanos

Juliana Zambelo |

O famoso ato de apoiar as mãos no piano e jogar as pernas para trás só aconteceu uma vez durante toda a apresentação e veio logo no início, no momento certo para o registro dos fotógrafos. Depois disso, Elton John comportou-se como um simpático senhor inglês de 61 anos e dominou com uma espantosa discrição o palco do Anhembi durante mais de duas horas na noite de sábado em São Paulo.

Assista a trechos do show
Veja fotos da apresentação

O show do cantor inglês, único desta turnê na capital paulista, começou pontualmente às 22h. Pequeno e rechonchudo, ele trocou a extravagância de seu figurino do passado pela riqueza de detalhes: usava um sapato preto pontuado por corações vermelhos e vestia uma espécie de fraque também preto com bordados coloridos que, se por um lado pareciam homenagear o Brasil com araras e tucanos nas costas, por outro deixavam escapar uma girafa deslocada na manga.

A apresentação correu como prometia, absolutamente cheia de hits. Sem medo de gastar bons cartuchos cedo demais, Tiny Dancer veio no começo. Goodbye Yellow Brick Road, Daniel e Rocket Man foram executadas em sequência, assim como Sacrifice, Dont Let the Sun Go Down on Me e I Guess That's Why They Call It The Blues. Elton John não poupou o público da sentimental Candle in the Wind, mas logo em seguida voltou a animar os fãs com Im Still Standing e Crocodile Rock. Na pista, o air piano e as danças a dois rolavam soltos.

Quase 30 mil pessoas encheram o Anhembi para esta que foi a primeira apresentação aberta de Elton John no Brasil em mais de uma década. A chuva que caiu forte na cidade durante a tarde voltou fraca, mas durou apenas a primeira metade do show.

O músico falou pouco durante o espetáculo, mas agradeceu os aplausos diversas vezes e elogiou o coro da plateia. Após um curto intervalo ¿ mais curto que de muita banda de jovens rapazes cheios de pique ¿ Elton John voltou para um bis de duas baladas, Skyline Pigeon e Your Song, que foi dedicada ao público junto a votos de muito amor e felicidade a todos.

A essa altura, depois de uma aula prática e inquestionável de música pop de qualidade, poucas pessoas lembravam que a noite havia sido aberta pelo jovem James Blunt. Pouco carismático, apesar do esforço, Blunt fez um show à altura de seus dois álbuns: mediano, irrelevante. Foram cerca de 70 minutos de canções românticas que o público recebeu com boa vontade, aplaudindo e dançando enquanto botava as conversas em dia. No repertório, Youre Beautiful, Same Mistake e Carry You Home chegaram a arrancar coros da plateia.

Elton John e James Blunt se apresentam no próximo dia 19 na Praça da Apoteose, no Rio de Janeiro. Ainda há ingressos à venda.

    Leia tudo sobre: elton john

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG