Duetos póstumos nos 50 anos de Renato Russo

Disco chega às lojas no início de abril

iG São Paulo |

Se estivesse vivo, Renato Russo completaria 50 anos no dia 27 de março. Pegando carona na data, a gravadora EMI lança, no início de abril, um álbum de duetos do cantor. A maior parte deles não aconteceu realmente - a voz de outros cantores foi adicionada posteriormente às gravações de Renato.

Entre os duetos póstumos, estão "Like a Lover", faixa inédita que junta o líder da Legião Urbana a Fernanda Takai. Primeira música de trabalho do disco, a faixa é uma versão em inglês de "O Cantador", composta nos anos 60 por Dori Caymmi e Nelson Motta e gravada originalmente por Sérgio Mendes.

Ainda há duetos com Marisa Monte ("Celeste"), Adriana Calcanhotto ("Esquadros") e Laura Pausini ("Strani Amori"). Há espaço até para Cássia Eller ("Vento no Litoral"), numa parceria duplamente póstuma, já que os dois cantores já estavam mortos quando suas vozes foram colocadas juntas.

Renato Russo morreu em 1996, vítima de complicações causadas pelo vírus da Aids.

1. "Like a Lover" - com Fernanda Takai
2. "Celeste" - com Marisa Monte
3. "Vento no Litoral" - com Cássia Eller
4. "Mais Uma Vez" - com 14 Bis
5. "A Carta (The Letter)" - com Erasmo Carlos
6. "A Cruz e a Espada" - com Paulo Ricardo
7. "Cathedral Song" - com Zélia Duncan
8. "Change Partners" - com Caetano Veloso
9. "Strani Amori" - com Laura Pausini
10. "La Solitudine" - com Leila Pinheiro
11. "Come Fa Um'Onda" - com Célia Porto
12. "Só Louco" - com Dorival Caymmi
13. "Esquadros" - com Adriana Calcanhotto
14. "Nada por mim" - Com Herbert Vianna
15. "Summertime" - com Cida Moreira

    Leia tudo sobre: renato russo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG