De Chuck Berry a Erasmo Carlos: Os velhinhos do rock que seguem na ativa

Redação iG Música |

Enquanto grande parte dos roqueiros ou morre precocemente ou se aposenta, alguns poucos remanescentes de gerações passadas parecem não fazer a menor questão de abandonar a vida nos palcos.

Dois bons representantes dessa turma são os veteranos Chuck Berry e Tina Turner. O primeiro, do alto de seus 82 anos de idade, anunciou que vai passar pelo Brasil numa série de quatro shows, enquanto a segunda pretende voltar ao showbiz aos 68 anos de idade.

Inspirados pela empolgação dessa dupla, compilamos alguns nomes do rock (e estilos amigos) que seguem trocando as casas de repouso por casas noturnas.

B.B. King

Um dos nomes mais representativos do blues, o guitarrista B.B. King continua na ativa aos 82 anos. Aclamado por muitos como "Rei do Blues", o músico iniciou sua carreira tocando na esquina de uma igreja para conseguir algumas moedas, na pequena cidade de Itta Bena, no Mississippi.

De lá para cá muita coisa aconteceu, e agora os fãs poderão conhecer os detalhes dos 60 anos de carreira do bluesman em seu próprio museu, o B.B. King Museum and Delta Interpretive Center , que deve abrir as portas em setembro deste ano sob a tutela do próprio.

Bob Dylan

Compositor, autor, músico e poeta, Bob Dylan é um dos poucos ícones da música norte-americana ainda na ativa. Com mais de 30 álbuns de estúdio no currículo, Dylan coleciona críticas positivas em todas as áreas em que atua. Uma prova disso é o Pulitzer, prêmio mais importante do jornalismo americano, que o músico ganhou este ano .

O mito da folk music chegou a tocar no Brasil agora em março, e mostrou que mesmo aos 67 anos continua mandando muito bem nos palcos e agradando fãs de todas as gerações (e bota gerações nisso!).

Rolling Stones

Certamente a banda de rock de maior sucesso ainda em atividade, os membros dos Stones possuem uma média de idade de 65 anos. E, ao contrário do que muitos podem pensar, eles não abandonaram o estilo de vida regado a sexo, drogas e rock'n'roll em todos esses anos de carreira.

O vocalista Mick Jagger representa bem o sexo, pois coleciona conquistas amorosas por todo o planeta, entre as quais está a brasileira Luciana Gimenez, por exemplo.

Já o guitarrista Keith Richards mantém-se fiel ao uso (e abuso) de drogas e afins, emplacando até polêmicas como a lendária "cheirada" nas cinzas do próprio pai.

Talvez o único velhinho oficial do grupo seja mesmo o baterista Charlie Watts, que já assumiu em revistas que se não fosse pelos outros já teria largado essa vida há muito tempo. Força Charlie!

Erasmo Carlos

Enquanto Roberto Carlos era apontado como Rei e Ronnie Von tornava-se Príncipe, Erasmo Carlos assumiu a persona de Tremendão do rock nacional e ao contrário de tantos outros seguiu fiel ao seu estilo de rock'n'roll.

O ícone da Jovem Guarda está aproveitando seus 66 anos para reunir outros artistas em duetos, tendo lançado dois álbuns onde divide as faixas com Marisa Monte, Milton Nascimento, Skank e Djavan.

Jerry Lee Lewis

Era de se esperar que o roqueiro maluco que incendiava pianos e chegou a casar com a própria prima adolescente nos anos 50 já tivesse batido as botas, mas contrariando as previsões Jerry Lee Lewis continua aprontando das suas.

O bom velhinho segue tocando em casas noturnas dos Estados Unidos aos 72 anos, talvez não com a mesma disposição com a qual causou tanto rebuliço no passado, mas sem sombra de dúvida ainda inspirando os mais jovens roqueiros a continuar chocando o público.

Little Richard

Um dos músicos mais importantes para a formação do se tornaria o rock'n'roll, Little Richard estourou nos anos 1950 com clássicos como "Tutti Frutti", "Lucille" e "Long Tall Sally", recebendo a alcunha de pai (ou mãe) do rock.

Atualmente com 75 anos, Richard ainda mostra muita energia montando uma agenda de shows atribulada para um senhor de sua idade. Muitas datas podem ser conferidas no tributo ao músico do MySpace .

Tom Zé

Se existe um músico que a cada ano parece mais antenado com as novas gerações, esse é Tom Zé. Aos 71 anos, o artista explora os limites da musicalidade brasileira, sendo reconhecido cada vez mais no exterior.

Mas o que impressiona é a jovialidade do cantor e sua disposição para inovar, brincando com todo o processo de criação a ponto de desenvolver figurinos curiosos para suas apresentações. Septuagenários geralmente não aprontam dessas...

Les Paul

E para fechar nossa lista de velhinhos está o músico Les Paul, o mesmo cujo nome batiza o modelo de guitarra utilizado por roqueiros como Jimmy Page, Ace Frehley (Kiss), Eric Clapton, Slash, Pete Townshend, Noel Gallagher (Oasis), Dave Grohl (Foo Fighters) e Kirk Hammett (Metallica).

Acredite ou não, o bom e velho Les Paul se apresenta  todas as segundas  no Iridium Jazz Club, em Nova York, aos 92 anos de idade. Isso sim é a prova de que alguns homens têm a idade que sentem.

    Leia tudo sobre: bb kingjerry lee lewisles paullittle richardtina turner

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG