Raízes - Música - iG" /

Daniel revira próprio baú no novo show Raízes

Show trouxe antigos sucessos e agitou Credicard Hall, em São Paulo

Redação iG Música |

Não é o passado da música sertaneja ou caipira que o cantor Daniel busca em seu novo show, "Raízes". É, ao invés disso, seu próprio baú de canções que o cantor de Brotas revira nessa nova turnê que estreou no Credicard Hall, em São Paulo, nesta sexta-feira.

O show de duas horas de duração tem tudo o que o fã de Daniel pode esperar: banda muito bem entrosada, bailarinos de corpos perfeitos em coreografias e figurinos diversos, músicas para dançar e baladas românticas. Tudo bem dosado resultando em uma apresentação bastante dinâmica e consistente.

Enfrentando sozinho o palco há mais de dez anos - desde que o parceiro João Paulo morreu em um acidente de carro -, Daniel deu conta do recado com voz, carisma e charme que arrancaram suspiros da plateia feminina. Seja interagindo com seus dançarinos, seja rebolando sozinho para lá e para cá ou apenas sentado em um banquinho tocando violão, o cantor entretém o seu público sem deixar o show perder o ritmo.

A apresentação começou com Daniel ao berrante diante de um imenso sol nascendo no telão. O repertório trouxe de volta, ao longo da noite, antigos sucessos de seu tempo ao lado de João Paulo, como "Te Cuida Coração", "Estou Apaixonado", "Minha Estrela Perdida" e "Só Dá Você Na Minha Vida", e os grandes sucessos de sua carreira solo, como "Declaração de Amor", "Adoro Amar Você", "Quando o Coração da Gente se Apaixona", "Eu Me Amarrei" e "Os Amantes", momento que mais emocionou o público presente.

Durante "Rosto Molhado", Daniel puxou para cima do palco Adriane Galisteu, que assistia à apresentação na primeira fila. O casal dançou e brincou no palco. Em "Poeira da Estrada", o convidado foi o pai do cantor, José Camillo, que dividiu o microfone com o filho em mais três canções.

Daniel canta ao lado de seu pai, José Camillo

Quase no final da noite, "Jiripoca" fez boa parte do público se levantar da cadeira e dançar; as mais atrevidas deixaram seus lugares e correram para o gargarejo ou subiram nas cadeiras tentando chamar a atenção do ídolo.

Daniel cantou ainda "Evidências", sucesso nas vozes de Chitãozinho e Xororó, "Tocando em Frente", de Almir Sater e Renato Teixeira, e "Desejo de Amar", pagode de Eliana de Lima. "Menino da Porteira" foi lembrada enquanto imagens do filme de mesmo nome estrelado pelo cantor passavam no telão e "Disparada", clássico na interpretação de Jair Rodrigues, fechou a noite.

O show "Raízes" volta ao Credicard Hall neste sábado e chega ao Rio de Janeiro em setembro.

    Leia tudo sobre: danielsertanejoshow

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG