Cyndi Lauper traz seu blues ao Brasil

Cantora inicia turnê pelo país neste sábado, no Recife; leia entrevista concedida ao iG

Augusto Gomes, iG São Paulo |

Getty Images
Cyndi Lauper
Pouco mais de dois anos depois de sua última passagem pelo país, Cyndi Lauper está de volta ao Brasil. A veterana cantora americana, sucesso nos anos 1980 com músicas como "Girls Just Wanna Have Fun", inicia neste sábado uma série de oito shows no país. O primeiro deles acontece em Recife.

Depois, ela segue para Rio de Janeiro, São Paulo (duas apresentações), Goiânia, Cuiabá, Brasília e Porto Alegre. Só que, dessa vez, a Cyndi que vem ao país é um pouco diferente das que os fãs estão acostumados. Junto com seus antigos sucessos, ela cantará uma boa dose de blues.

"Essa turnê promove o disco 'Memphis Blues', então eu canto um monte de músicas desse álbum", explica Cyndi, em entrevista ao iG por telefone. Lançado no ano passado (no Brasil, o CD ganhou edição pelo selo Lab 344), o disco é exatamente o que seu título promete: blues. Mais especificamente, blues de Memphis, cidade no sul dos Estados Unidos.

No álbum, Cyndi canta ao lado de pesos pesados do gênero, como a lenda viva B.B. King (na faixa "Early in the Mornin'") e os músicos Allen Musselwhite, Allen Toussaint e Jonny Lang. No repertórios, clássicos como "Rollin' and Tumblin'", de Muddy Waters, e "Crossroads", de Robert Johnson.

"Eu queria fazer um disco de blues há muito tempo, e no ano passado eu finalmente arranjei tempo para trabalhar nisso", explica. "Nós passamos duas semanas em Memphis e gravamos lá. Foi uma ótima experiência. Estar numa cidade com raízes tão ricas no blues realmente me inspirou".

Getty Images
Cyndi Lauper
Quem espera ouvir antigos sucessos da cantora nos shows, no entanto, não vai se decepcionar. Vários deles estão no repertório, só que em alguns casos em versões diferentes. "Estamos fazendo versões blues de alguns dos meus sucessos. É muito divertido tocá-los assim!", garante.

As apresentações no país contarão com participações especiais de dois músicos brasileiros: a percussionista Lan Lan e o saxofonista Leo Gandelman. Gandelman, por sinal, participa de uma faixa de "Memphis Blues", "I Don't Want to Cry", incluída como bônus nas edições do disco na América Latina.

O disco é um dos maiores sucessos da carreira de Cyndi, só ficando atrás em vendas de "She's So Unusual" (1984) e "True Colors" (1986). "Me sinto muito sortuda por ter fãs que apoiam minhas escolhas artísticas", diz. "Coloquei tanto de mim neste disco que é muito bom ver que as pessoas gostaram".

A reação positiva pode significar um novo disco de blues? "Ainda não tenho planos. Mas vamos ver", brinca. "No momento, estou ocupada compondo para uma peça da Broadway chamada 'Kinky Boots' e trabalhando no meu próprio reality show", adianta.

Cyndi Lauper no Brasil

19/02 (sábado): Chevrolet Hall, Recife
20/02 (domingo): Vivo Rio, Rio de Janeiro
22/02 (terça): Via Funchal, São Paulo
23/02 (quarta): Via Funchal, São Paulo
25/02 (sexta): Atlanta Music Hall, Goiânia
26/02 (sábado): Centro de Convenções Pantanal, Cuiabá
27/02 (domingo): Centro de Convenções Ulysses Guimarães, Brasília
01/03 (terça): Teatro do Bourbon Country, Porto Alegre

    Leia tudo sobre: Cyndi Lauper

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG