Com tempo seco, Air faz apresentação correta em São Paulo

Dupla francesa mostrou o que sabe, mas não conquistou público diverso do festival Natura Nós, na Chácara do Jóquei

Marco Tomazzoni, iG São Paulo |

Vanessa da Mata trouxe a chuva e Céu, curiosamente, a estiagem. Foi com tempo seco, então, contrariando as expectativas, que o duo francês Air subiu ao palco verde, no festival Natura Nós, em São Paulo. Ao vivo, a primeira atração internacional do evento conta com um baterista, o que dá muito mais vitalidade ao som do grupo – a eletrônica e o lirismo ainda estão lá, fortes, mas orgânicos, com menos computadores e mais vontade.

Jean-Benoît Dunckel, todo de branco, comanda teclado e sintetizadores, enquanto Nicolas Godin se reveza entre baixo, guitarra e violão. No fundo do palco, um telão mostra imagens psicodélicas, acompanhadas por um belo conjunto de luzes piscantes. Tudo para tentar entrar ainda mais no jogo da dupla, mas é difícil. As músicas, boa parte instrumentais, longas, às vezes circulares, fazem com que o espectador se disperse facilmente em meio à programação de um festival ao ar livre. O burburinho era constante na esvaziada área premium, na frente do palco. Em um lugar fechado, e só com fãs, o efeito seria outro.

O show começou com duas faixas iniciais do álbum "Love 2", do ano passado – "Do the Joy" e "Love". O disco ainda compareceu com "Tropical Disease" e "Be a Bee", mas o público se mexeu mesmo com as canções dos discos anteriores. A primeira foi "Don't Be Light", de "10 000 Hz Legend" (2001), bem mais roqueira do que a versão em estúdio. "How Does It Make You Feel?" teve o mesmo efeito e aí Godin enlouqueceu a plateia com seu "merci beaucoup" e um "muito obrigado" recheado de sotaque. "Vocês falam francês? Então, cantem comigo", brincou, antes de "Alpha Beta Gaga", que não tem letra, só assobios.

Foi na parte final que a plateia acordou de verdade, justamente nas faixas de "Moon Safari" (1998), o celebrado (e bem sucedido) disco de estreia da dupla. "Kelly Watch the Stars" foi recebida com jeito de hit e, com a voz robotizada de "Sexy Boy", o maior sucesso do Air, Godin perguntou: "vocês estão prontos?". É o que o grupo já produziu de mais pop e lisérgico, e por isso mesmo foi a música a mais festejada da noite. Introduzida com trechos de "Do the Joy", "La Femme d'Argent" encerrou o repertório com uma hora exata.

O festival ouve agora os brasilienses do Móveis Coloniais de Acaju. Depois, ainda tem Snow Patrol, Bajofondo Tango Club e Jamiroquai.

Veja abaixo o set list do Air em São Paulo:

"Do the Joy"
"Love"
"Remember"
"Venus"
"Tropical Disease"
"Don't Be Light"
"Cherry Blossom Girl"
"Be a Bee"
"How Does It Make You Feel?"
"Alpha Beta Gaga"
"Kelly Watch the Stars"
"Sexy Boy"
"La Femme d'Argent"

    Leia tudo sobre: airnatura nóschácara do jóquei

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG