Coldplay volta ao Brasil para duas performances

Banda fará shows no Rio de Janeiro e em São Paulo

Augusto Gomes, iG São Paulo |

Faltam poucos dias para Chris Martin e companhia voltarem ao Brasil. O Coldplay inicia, nesta sexta-feira (26), mais uma turnê pela América Latina. O primeiro show acontece em Buenos Aires, na Argentina. Depois, o grupo toca no Rio de Janeiro (sábado, 28) e em São Paulo (terça, 02), e então segue para Colômbia e México.

É a terceira passagem do Coldplay pelo país. Nas vezes anteriores, em 2003 (também Rio de Janeiro e São Paulo) e em 2007 (somente São Paulo), a banda se apresentou em locais fechados. Dessa vez, os lugares são bem maiores: os cariocas verão o grupo na Praça da Apoteose, e os paulistanos, no Estádio do Morumbi.

O Morumbi, por exemplo, recebeu este ano artistas do porte de Beyoncé e Metallica, e tem capacidade para mais de 60 mil pessoas. Se o show lotar, o público será mais de seis vezes maior do que o reunido nos três shows que a banda fez no Via Funchal em 2007, última vez que se apresentou no Brasil.

A mudança de escala tem uma explicação: o álbum Viva la Vida or Death and All His Friends , o quarto do grupo. Lançado em 2008, foi o disco mais vendido daquele ano (cerca de nove milhões de cópias em todo o mundo), ganhou três Grammys e transformou o Coldplay numa das bandas mais populares do planeta.

A Viva la Vida Tour começou em junho de 2008 e já teve mais de 160 apresentações. A princípio, a série de shows deveria ter terminado em setembro do ano passado, mas a banda decidiu fazer mais oito performances na América Latina (além de um show de Natal em Londres).

O repertório é fortemente baseado no último disco, incluindo canções como "Life in Technicolor", "Violet Hill", "Strawberry Wing" e "Viva la Vida". Das músicas mais antigas, as presenças certas são "Yellow" (do disco Parachutes , de 2000), "Clocks" e "The Scientist" (de A Rush of Blood to the Head , de 2003) e "Speed of Sound" (de X&Y , de 2005).

Uma curiosidade: o show em São Paulo acontecerá no aniversário do vocalista Chris Martin. Ele completa 33 anos no dia 02 de março e já há fãs combinando uma homenagem a ele com bexigas coloridas, durante a apresentação no Morumbi.

Os dois shows terão um atrativo extra: abertura de Bat for Lashes, pseudônimo da cantora britânica Natasha Khan. Pouco conhecida no Brasil, ela já tem dois ótimos álbuns lançados, Fur and Gold (2006) e Two Suns (2009). O gigantismo da Apoteose e do Morumbi não é o mais adequado à música intimista da artista, mas mesmo assim a performance promete.

Antes das duas atrações internacionais, quem toca é o grupo brasileiro Vanguart, de Cuiabá. É uma ótima banda, com dois discos lançados (um de estúdio e um ao vivo) e algumas grandes canções ("Semáforo" e "Cachaça", por exemplo). Mas, assim como Natasha Khan, deve sofrer por ser praticamente desconhecida do grande público.

Até a manhã deste sábado, ainda havia ingressos para todos os setores no Rio. Em São Paulo, estavam esgotadas as entradas para pista vip, cadeira inferior vermelha e cadeira superior laranja. Também não havia mais meia-entrada para a pista normal.

Veja abaixo como foi a passagem da Viva la Vida Tour por Barcelona, na Espanha, no ano passado:


Serviço

Coldplay no Rio de Janeiro
Praça da Apoteose
Sábado (28/02), a partir das 20h
Ingressos: R$250 e R$ 500
http://www.ticketmaster.com.br

Coldplay em São Paulo
Estádio do Morumbi
Terça-feira (02/03), a partir das 21h30
Ingressos: R$ 160 a R$ 500
http://www.ticketmaster.com.br

    Leia tudo sobre: coldplay

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG