Chicks on Speed inaugura nova casa de shows em São Paulo

Dupla de eletro volta ao Brasil para performances nesta quarta e quinta

Augusto Gomes, iG São Paulo |

Divulgação
Chicks on Speed
Formado no final dos anos 1990, o Chicks on Speed é um dos principais representantes da cena eletro de Berlim, muito popular no início dos anos 2000 e que também gerou nomes como Miss Kittin e Peaches. Um dos maiores sucessos do gênero, "We Don't Play Guitars", é de autoria do grupo. O estilo pode até estar em baixa, mas a banda continua em plena atividade. Tanto que, nesta quarta e quinta, faz duas performances em São Paulo.

A apresentação está sendo anunciada como um happening. Mas, segundo a americana Melissa Logan, uma das metades da dupla, será algo mais simples. "Nós vamos discotecar, basicamente", explica. Será, portanto, diferente da última passagem da banda pelo Brasil, no ano passado. Na ocasião, elas fizeram um show completo no Sesc Pompeia. Só que sem Melissa. "Infelizmente eu não pude vir daquela vez. Às vezes eu fico cansada de viajar tanto", ri.

O cansaço tem lá suas explicações. É que, além de música, o Chicks on Speed se envolve com as mais diversas mídias, de livros ("Don't Fashion, Art, Music" saiu em 2010), artes plásticas (já fizeram performances no Centro Georges Pompidou, em Paris, e no MoMa, em Nova York) e moda (elas mesmas produzem os figurinos que usam nos shows e, em 2009, também criaram uma linha de roupas, a Insight on Chicks on Speed). Como se não bastasse, ainda dirigem um selo musical.

Só não espere delas muita empolgação com a música atual. "As coisas mudaram tanto, não é? Não quero parecer velha ou fora de moda, mas acho que os artistas estão aparecendo e desaparecendo tão rápido que nem têm tempo de se desenvolver. Não acho essa velocidade toda boa", opina. "Além disso, acho que tem muito mais porcaria sendo lançada atualmente. Mas, pensando bem, isso tem um lado bom. Dá para dar mais risada".

No campo dos elogios, há espaço para uma banda brasileira: o Cansei de Ser Sexy. Nessa hora, Alex Leslie, a outra metade da banda, se mete na conversa. "Na primeira vez que tocamos no Brasil (em 2004, na edição paulista do festival Sonar Sound), vimos umas meninas na primeira fila cantando nossas músicas. Depois descobrimos que elas eram do Cansei de Ser Sexy", lembra. "Elas são incríveis".

Os dois shows acontecerão marcam a inauguração do Beco 203. O local funcionará no mesmo endereço do antigo Comitê Club (Rua Augusta, 609, Consolação), e é uma filial da casa do mesmo nome que funciona em Porto Alegre. A performance desta quarta será somente para convidados. Na quinta, o evento será aberto ao público, com ingressos custando R$ 50 (na porta), R$ 40 (com flyer) e R$ 30 (com nome na lista pelo site www.beco203.com.br ).

Além de receber shows, o local vai funcionar como casa noturna, com o som focado em rock, indie e eletro. O primeiro final de semana terá duas festas tradicionais em Porto Alegre, a Indierockers (sexta, 18) e I Love Diskorock (sábado, 19). No dia 06 de abril, a casa receberá outra atração internacional, a banda Miami Horror.

    Leia tudo sobre: Chicks on Speed

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG