Charly García grava com Mercedes Sosa

Roqueiro argentino se trata há seis meses contra drogas e álcool

EFE |

O cantor pop argentino Charly García gravou sete canções ¿ uma delas junto com a cantora folclórica chilena Mercedes Sosa ¿ e espera receber alta médica após mais de seis meses de tratamento contra drogas e álcool, disse o também cantor argentino Ramón "Palito" Ortega à imprensa local.

Em declarações publicadas hoje pelo jornal "Perfil", Ortega conta que García as compôs em seu sítio campestre nos arredores de Buenos Aires, onde vive desde que, em outubro, foi autorizado a abandonar o hospital psiquiátrico no qual tinha sido internado.

Ortega detalhou que no estúdio de gravação do sítio, denominado "Mi Negrita" (Minha Neguinha), García registrou diversas músicas, das quais "seis seguramente entrarão em seu próximo disco".

"Além disso, há poucos dias Mercedes Sosa veio gravar com ele para um álbum de duetos que ela está fazendo e que lançará em março", relatou.

Junto às declarações de Ortega, que foi um popular cantor nas décadas de 1960 e 1970, o jornal publicou fotografias da reaparição pública de García, que em 22 de janeiro foi ao show do cantor e pianista inglês Elton John em Buenos Aires.

O autor de sucessos na Argentina como "Demoliendo Hoteles" e "Los Dinosaurios" ganhou 10 kge recentemente declarou que sente que passou "o pior", além de destacar que se "'Palito'" Ortega não aparecesse (para ajudá-lo), estaria "cortando as veias".

Os problemas para o roqueiro começaram em junho, quando foi levado, primeiro, a um hospital e, depois, a um centro neuropsiquiátrico, após quase fazer jus ao nome de sua música, destruindo diversos objetos de um hotel na província de Mendoza, onde estava hospedado.

Além de estar supervisionado por uma juíza, um psiquiatra, enfermeiras e assistentes terapêuticos, Charly tem um treinador e cumpre uma rotina de exercícios para desentorpecer os músculos anestesiados pelos remédios que tomava para combater a abstinência às drogas.

Ortega explicou que, segundo um dos psiquiatras que atendem o cantor, "o processo já está terminado, mas a última palavra é da juíza María Rosa Bossio, que determinará sua situação quando se reincorporar de suas férias".

O colega disse que, uma vez recebendo alta, García "ficará mais um tempo" no sítio, já que ali se sente bem, embora também tenha pedido que seu apartamento na capital argentina seja regularizado.

Segundo Ortega, as gravações de Charly "têm muita luz, o som é muito claro, nada 'carregado', e sua voz está limpa".

    Leia tudo sobre: charly garciamercedes sosa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG