Casa de Amy Winehouse foi furtada após sua morte, segundo jornal

Guitarra e letras de músicas da cantora desapareceram de imóvel em Camdem Town

iG São Paulo |

A casa de Amy Winehouse foi furtada após a morte da cantora , no dia 23 de julho, segundo o tablóide britânico The Sun. Uma das guitarras favoritas de Amy, cartas e letras de músicas de seu suposto terceiro discos estariam entre os objetos desaparecidos do imóvel no bairro de Camdem Town, no norte de Londres.

Acesse o especial Amy Winehouse

De acordo com o tabloide, cerca de 20 pessoas tiveram acesso à casa desde a morte da cantora. Até o momento apenas dois cadernos de músicas foram oficialmente declarados como perdidos para a polícia, mas Mitch Winehouse, pai da cantora, está preparando uma lista dos objetos. Reg Traviss, namorado de Amy, ajuda no processo.

Seis dias após a morte da filha, Mitch distribuiu alguns pertences da cantora aos fãs que faziam vigília em frente a sua casa. "São camisetas que eram da Amy. É o que ela iria querer: que seus fãs ficassem com suas roupas", disse. Segundo o The Sun, Mitch distribuiu blusas, camisetas, óculos escuros e outros objetos.

Siga o iG Cultura no Twitter

A casa de três andares em Camdem Town será a sede da fundação que os familiares planejam lançar no dia 14 de setembro, quando Amy completaria 28 anos. Mitch explicou que a fundação ajudará projetos que fossem do gosto de sua filha - como os relacionados a crianças e animais - e também auxiliará jovens com problemas de drogas ou álcool, embora isso, segundo ele, será objeto de uma campanha paralela para conseguir que o Governo abra um centro de reabilitação para menores.

Amy Winehouse, 27 anos, foi encontrada morta no dia 23 de julho em sua casa no bairro de Camdem Town, no norte de Londres. A autópsia feita em seu corpo não revelou a causa da morte , e a polícia espera novos exames toxicológicos para entre duas e quatro semanas.

    Leia tudo sobre: amy winehouse

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG