BR Comme Si De Rien N était - Música - iG" /

Carla Bruni BR Comme Si De Rien N était

Diego Fernandes |

Por Diego Fernandes

A cantora, ex-modelo e atual primeira-dama da França Carla Bruni acaba de lançar seu terceiro trabalho, que parece agir como um magneto de polêmica - intencional ou não.

Primeiro, um certo Thierry Desseux, cantor francês semi-desconhecido, alegou que Bruni teria plagiado o título Comme si de rien n'était (francês para 'Como se nada tivesse acontecido') de um álbum seu. Depois se ensaiou certa controvérsia em torno da letra de "Tu es ma came" ("Você é minha droga"), que traça paralelo entre paixão e o efeito da cocaína colombiana - isso em meio às tensas negociações comandadas por Nicholas Sarkozy para a libertação da refém franco-colombiana Ingrid Bettancourt, mantida até pouco tempo em cativeiro pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, conhecidas por seus laços com o tráfico. Por fim, a revista americana Newsweek publicou um balanço dos primeiros meses do governo Sarkozy, atribuindo - ao menos em parte - sua diminuta aprovação à ostensiva felicidade conjugal ao lado de Bruni, que parece ter irritado toda uma nação de disposição naturalmente irritadiça.

Já a música de Comme si... , provavelmente não causará o mesmo furor que o contexto político em que foi criado - e, apesar de alguns momentos sonolentos, sustenta-se sem dificuldades. Deixando de lado o folk dos trabalhos anteriores, a cantora italiana favorece um sensual encontro entre 'chanson française' dos anos 60 e trip-hop. As letras são em grande parte o que se esperaria de um símbolo sexual: em "Je suis une enfante", declara-se uma "criança", apesar dos "quarenta anos e trinta amantes". Sussurrando e ronronando feito Jane Birkin quatro décadas atrás, em meio ao repertório majoritariamente próprio o que acaba por se destacar é a tristonha versão do clássico americano "You Belong To Me", já gravada por Bob Dylan.

A julgar pelo tom sereno e até mesmo alheio das canções, é só Sarkozy (e possivelmente o resto da França) que não anda dormindo direito.

    Leia tudo sobre: carla bruni

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG