Cantora Dianne Reeves se apresenta hoje em SP

Cantora é considerada a herdeira direta de Sarah Vaughan e Ella Fitzgerald

Agência Estado |

A cantora de jazz Dianne Reeves, considerada nos Estados Unidos a herdeira direta de Sarah Vaughan e Ella Fitzgerald, se apresenta hoje em São Paulo no Projeto Jazz All Nights, no Via Funchal, às 21h30. Com sua voz marcante, ganhou por três anos consecutivos o prêmio Grammy na categoria vocal.

Dianne foi pupila de Sérgio Mendes e começou sua carreira na década de 80, como cantora do grupo que acompanhava o músico.

O espetáculo abre a temporada 2009 da série "Jazz All Nights". A série começou em 2007 e já trouxe artistas como Madeleine Peyroux, Toots Thielemans, Swingle Singers, Teresa Salgueiro, Bobby McFerrin e Freddy Cole. Nos shows que ela fará em São Paulo, e também no Rio de Janeiro e Porto Alegre, a cantora terá como músico convidado o guitarrista brasileiro Romero Lubambo, considerado pela revista especializada "Jazziz" um dos melhores do mundo no gênero.

Dianne já cantou diversas vezes por aqui, mas esta será a primeira em que vem acompanhada de sua própria banda. É o meu trabalho e são as minhas músicas. Acho que é uma oportunidade de mostrar aos brasileiros como eu sou e os sons que me inspiraram, diz. O show, segundo ela, será uma mistura de elementos da cultura africana, com harmonias mais elaboradas. É uma apresentação simples, mas o público vai sentir a textura do meu som.

Dianne Reeves começou a cantar muito cedo. Nascida em uma família de músicos, ainda criança, aos 11 anos, ela já tinha se decidido por ser cantora profissional. Antes de cantar com Sérgio Mendes, Dianne foi descoberta pelo trompetista Clark Terry, em 1976. Em 1984, iniciou uma parceria com Harry Belafonte, enquanto paralelamente organizava uma carreira solo. No cinema, ela já contracenou com George Clooney em "Boa Noite e Boa Sorte" e pelo trabalho recebeu uma indicação ao Oscar.

    Leia tudo sobre: jazz

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG