Cansado de velhos hits, Placebo volta ao Brasil

Banda faz sua terceira turnê pelo país

Augusto Gomes, iG São Paulo |

Brian Molko não aguenta mais "Nancy Boy" e "Pure Morning". O vocalista do Placebo, banda que iniciou nesta terça-feira sua terceira turnê pelo Brasil, contou, em rápida entrevista por telefone pouco antes de se apresentar em Porto Alegre, que não quer mais tocar essas canções. "São nossos dois maiores sucessos, mas sinceramente não sei porque as pessoas gostam tanto dessas músicas. Elas não são muito boas", afirma. Dos clássicos do grupo, os fãs podem esperar "Every You Every Me" e "Special K". Mas nada muito além disso. "A base do repertório desses shows é nosso último disco".

Ele refere-se ao álbum Battle for the Sun , lançado no ano passado. Sexto trabalho da banda, o disco dividiu a crítica. A revista Mojo, por exemplo, considerou-o o melhor trabalho do grupo desde Without You I'm Nothing , de 1998. Para o site Pitchfork, em compensação, o álbum é uma prova que a banda já deveria ter se aposentado. Molko garante não se importar nem com as críticas, nem com os elogios. "Os jornalistas escrevem tanta coisa... leve, pesado, triste, alegre. Isso não significa nada para mim", garante.

Segundo ele, isso vale também para a opinião do público. Quando perguntado se costuma ouvir a opinião de seus fãs, sua resposta é: "Como isso seria possível? Através da internet? As pessoas opinam sobre tudo! Cada um tem sua música favorita, cada um tem algo a dizer. Se eu me preocupar com isso não conseguirei mais fazer música". Sua preocupação ao gravar um disco ou fazer um show, garante, é apenas sua própria satisfação. "Nosso trabalho é um retrato do que somos naquele momento. Somente isso", explica o cantor.

O humor de Molko melhora quando ele lembra dos shows anteriores pelo Brasil. "Nossa primeira turnê, em 2005, foi muito boa. Tocamos no país inteiro, de Recife até Porto Alegre. Tenho boas memórias das praias do Rio de Janeiro e da arquitetura de Brasília", recorda. Mas ele volta a se irritar quando perguntado se tem planos para o tempo livre entre um show e outro. "Você tem apenas dez minutos para a entrevista. Melhor fazer perguntas apenas sobre a minha música". É a senha para encerrar a conversa.

A turnê do Placebo pelo Brasil já passou por Porto Alegre. Nesta quarta (14), o grupo toca em Curitiba, no Master Hall. A série de shows continua na sexta (16), no Chevrolet Hall, em Belo Horizonte, e termina no sábado (17), no Credicard Hall, em São Paulo. Veja abaixo a lista de músicas do primeiro show da turnê ("Não costumamos mudar o repertório da uma apresentação para outra", já adianta Molko):

"For What It's Worth"
"Ashtray Heart"
"Battle For The Sun"
"Soulmates"
"Speak in Tongues"
"Follow the Cops Back Home"
"Every You Every Me"
"Special Needs"
"Breathe Underwater"
"Julien"
"The Neverending Why"
"Bright Lights"
"Devil in the Details"
"Meds"
"Song to Say Goodbye"
"Special K"
"The Bitter End"

Bis

"Trigger Happy"
"Infra-Red"
"Taste in Men"

    Leia tudo sobre: placebo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG