Cabelo de Michael Jackson vai virar diamantes

Em meio a boatos, empresa confirma que criará jóias a partir de cachos de cabelo do astro

Reuters |

Desde a repentina morte de Michael Jackson, em 25 de junho, não param de surgir boatos sobre sua bizarra vida pessoal, e na sexta-feira uma empresa disse que está transformando os cabelos dele em diamantes. E isso é verdade.

Entre os rumores que circularam nesta semana estão uma reportagem da Rolling Stone segundo a qual uma prótese nasal que Jackson usava sumiu no necrotério, e a manchete de um tabloide britânico dando conta de um filho bastardo secreto do ídolo.

Reprodução

Empresa LifeGem confirmou que irá utilizar cabelos queimados de Jackson em diamantes como este

Então na sexta-feira uma empresa de Chicago disse ter obtido parte dos cabelos que Jackson queimou acidentalmente quando gravava um comercial para a Pepsi, em 1984, e que pretende criar uma edição limitada de diamantes a partir desse material.

"Absolutamente, isso é verdade", disse Dean VandenBiesen, fundador da LifeGem, detentora da patente do processo que extrai carbono do cabelo e o transforma em cristais, dos quais são feitos diamantes sintéticos de alta qualidade.

VandenBiesen disse à Reuters que talvez consiga produzir cerca de dez diamantes, a um preço que ainda não foi definido. Em 2007, a LifeGem fabricou três diamantes feitos do cabelo de Beethoven, e vendeu um deles por cerca de 200 mil dólares.

Nariz desaparecido

Separadamente, a edição de 6 de agosto da revista Rolling Stone disse que não só o braço esquerdo do corpo de Jackson tinha "marcas de agulhas" - algo já comentado antes - como também que ele usava um nariz artificial que desapareceu quando ele foi levado para o necrotério do condado de Los Angeles.

"A prótese que ele normalmente afixava ao seu nariz danificado desapareceu, revelando pedaços de cartilagem cercando um buraquinho escuro", disse a revista, sem citar fontes.

O Instituto Médico Legal de Los Angeles não confirmou a informação, mas havia dito nesta semana que investiga supostas violações do seu sistema de segurança.

O departamento deve divulgar na semana que vem o laudo com a causa oficial da morte do cantor. Na imprensa, as principais suspeitas recaem sobre um abuso de medicamentos.

E, embora a custódia sobre os três filhos de Jackson só vá ser decidida pela Justiça em 3 de agosto, o jornal britânico Sun especulou que o cantor teria um filho bastardo criado na Noruega.

Omer Bhatti, 25 anos, gerou interesse por ser visto sentado junto aos parentes mais próximos de Michael durante o velório. Bhatti supostamente passava longos períodos com Jackson na fazenda Neverland na década de 1990, e era conhecido como "Michaelzinho".

Mas outro ex-protegido de Jackson, o cantor Ricky Harlow, disse ao site People.com na sexta-feira que, apesar da proximidade, duvidava que houvesse uma relação de parentesco.

"Eles tinham uma conexão tipo de pai e filho", disse Harlow, 26 anos. "Mas nunca pensei que ele fosse o pai biológico".

Num testamento de 2002, Jackson listava três filhos hoje vivos: Prince Michael Jackson Jr., Paris Michael Kathering Jackson e Prince Michael Joseph Jackson 2º.

    Leia tudo sobre: michael jackson

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG