Britney Spears nega acusação de assédio sexual

Descrito como "lamentável", processo de ex-guarda-costas quer "tirar vantagem"

Reuters |

Getty Images
Britney chega para o Grammy 2010, em janeiro
A popstar Britney Spears negou nesta quinta-feira as acusações de um antigo guarda-costas que alegou ter sofrido problemas emocionais por ver a cantora andar nua com frequência e ter relações sexuais diante dele.

Um comunicado publicado no site da cantora de 28 anos disse que ela e seus advogados preveem que o processo por assédio sexual movido na quarta-feira pelo guarda-costas Fernando Flores seja arquivado.

"Este processo é mais uma situação lamentável em que alguém está tentando tirar vantagem da família Spears e fazer seu nome", disse o comunicado.

Flores registrou a ação na Corte Superior de Los Angeles, pedindo indenização de valor não especificado e acusando Spears de lhe causar sofrimento emocional por também ter brigas violentas com seu namorado diante de seus dois filhos e mandá-lo buscar bebidas para ela, dirigindo-se a ele com palavrões.

"O Departamento de Serviços à Criança e à Família investigou as acusações feitas por Flores e arquivou o caso sem levá-lo adiante", afirmou a nota de Spears.

Britney Spears, que vive em Los Angeles, fez uma turnê mundial bem sucedida em 2009 e recentemente filmou uma ponta em um capítulo da comédia musical da TV Glee .

    Leia tudo sobre: britney spearsassédio sexual

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG