Björk monta karaokê para defender recursos naturais da Islândia

Cantora quer despertar a consciência ecológica de seus compatriotas islandeses

EFE |

AE/Marcos DPaula
"Recuperemos nossos recursos naturais com canções", diz a cantora Björk antes da sessão de karaokê
A cantora e compositora islandesa Björk organiza nesta quinta-feira uma sessão de karaokê de três dias em Reykjavík para defender os recursos naturais da Islândia frente os interesses das multinacionais estrangeiras.

Seu objetivo é despertar a consciência ecológica de seus compatriotas e arrecadar assinaturas para a campanha que impulsiona há meses para revogar a venda da companhia energética estatal HS Orka a canadense Magma Energy.

Björk pretende reunir 15 mil assinaturas, somadas as 20 mil que já apoiaram os recursos naturais da Islândia. A presidente Jóhanna Siguroardóttir tinha dito anteriormente que se 15% dos eleitores islandeses, o equivalente a 35 mil pessoas, apoiassem uma iniciativa desse tipo, a luta não poderia ser ignorada pelo Governo.

"A voz do povo", como foi batizado o karaokê, começa na tarde desta quinta-feira na Casa Nórdica de Reykjavík e durará até a meia-noite durante três dias seguidos. Björk e o conhecido ecologista Ómar Ragnarsson serão os encarregados de abrir a maratona musical com um dueto no qual também participarão outros populares artistas islandeses e cidadãos comuns, informou a cantora em comunicado.

"Recuperemos nossos recursos naturais com canções", defendeu Björk, encorajando seus compatriotas a participar do evento. Islândia se recupera ainda da grave crise econômica que atingiu o país em outubro de 2008, quando o sistema financeiro sofreu um colapso que colocou ao país à beira da quebra.

    Leia tudo sobre: Björk

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG