Beyoncé é processada por empresa de perfume

Cantora quer lançar o perfume Fierce, nome já usado pela empresa Abercrombie & Fitch

Reuters |

A cantora Beyoncé Knowles está sendo processada pela empresa Abercrombie & Fitch por sua intenção de usar o "Fierce", marca registrada da empresa, num perfume a ser lançado no início de 2010. Em uma ação federal registrada na terça-feira em Columbus, Ohio, a empresa disse que o plano de Beyoncé "provoca uma provável confusão" para consumidores, algo que poderia privá-la do controle sobre uma marca que ela usa desde 2002, e possivelmente prejudicar suas vendas.

Não foi possível obter declarações de representantes de Beyoncé.

A Abercrombie disse que já vendeu mais de 190 milhões de dólares em perfumes sob a marca Fierce e que prevê mais 64 milhões de dólares em vendas em 2009.

A empresa sediada em New Albany, Ohio, disse que seu perfume é espalhado regularmente em suas 350 lojas ao varejo, através de máquinas de perfume ou por funcionários.

"A intenção da A&F é que todas as roupas que saiam das lojas tenham o perfume Fierce impregnado nelas," disse a empresa.

A empresa Coty Inc. assinou acordo para vender o perfume de Beyoncé.

Conhecida frequentemente apenas por seu primeiro nome, Beyoncé chegou à fama como vocalista do Destiny's Child e é hoje uma das cantoras mais conhecidas do mundo.

Em novembro passado seu álbum "I am ... Sasha Fierce" estreou como No. 1 na parada americana Billboard 200. No domingo a canção "Single Ladies (Put a Ring on It)," desse álbum, recebeu o prêmio de Vídeo do Ano no MTV Video Music Awards.

    Leia tudo sobre: beyoncé

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG