Beyoncé doou ao Haiti cachê de show feito para família de Kadafi

Cantora norte-americana se apresentou para o ditador da Líbia no fim de 2009

EFE |

A cantora norte-americana Beyoncé doou à reconstrução do Haiti o cachê que recebeu por se apresentar em uma festa fechada para a família do líder líbio, Muammar Kadafi. A informação foi divulgada nesta quinta-feira pelo site da MTV.

Beyoncé foi uma das atrações dos eventos frequentemente organizados por um dos filhos de Kadafi, Muatassim, entre as quais figuram nomes como Mariah Carey, Usher, 50 Cent e Nelly Furtado - esta também disse que entregaria seu pagamento a instituições beneficentes.

A cantora de "Single Ladies" apresentou suas canções para os Kadafi na noite do fim de ano de 2009, na ilha caribenha de St. Barts, ao lado de Usher. A assessoria de Beyoncé confirmou que quando souberam, no ano passado, que os promotores da festa estavam vinculados à família de Kadafi, decidiram doar todo o dinheiro à reconstrução do Haiti por meio do Clinton Bush Haiti Fund.

Segundo foi divulgado nos Estados Unidos, os espetáculos privados com estrelas da música faziam parte do extravagante estilo de vida dos filhos do líder líbio, sustentados pelos lucros provenientes das jazidas de petróleo do país árabe.

    Leia tudo sobre: BeyoncéKadafi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG