Baterista do Tokio Hotel é agredido na Alemanha

Gustav Schäfer foi atacado com garrafa em discoteca

EFE |

Gustav Schäfer, baterista da banda alemã Tokio Hotel, teve que tomar pontos na cabeça após ter sido agredido com uma garrafa durante uma discussão em uma discoteca de Magdeburgo, no leste da Alemanha, informou hoje a Polícia local.

O músico de 20 anos sofreu um corte de entre dois e três centímetros na cabeça neste final de semana ao ser vítima de garrafadas proferidas por uma pessoa desconhecida durante uma briga na discoteca "The Club".

Oriundo de Magdeburgo, o Tokio Hotel costuma visitar a casa noturna quando está na cidade.

A Polícia local disse desconhecer os motivos da briga, da qual aparentemente mais pessoas participaram, e se limitou a confirmar que Schäfer prestou uma queixa por agressão.

O baterista do Tokio Hotel foi transportado em uma ambulância para o hospital central de Magdeburgo, onde tomou os pontos e recebeu alta pouco depois.

Esta não foi a primeira vez que um integrante da banda alemã se viu envolvido em um caso de violência. Em abril de 2009, uma adolescente acusou o guitarrista Tom Kaulitz de tê-la agredido quando queria tirar uma foto com ele.

    Leia tudo sobre: tokio hotel

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG