Argentina, Colômbia e México podem sediar Rock in Rio no futuro

Organizadores divulgam planos de expandir evento para a América Latina

EFE |

Argentina, Colômbia e México podem sediar uma futura edição do Rock in Rio, anunciaram nesta sexta-feira os organizadores do festival, que planejam expandir o projeto a outros países da América Latina.

Com esse propósito, o Rock in Rio avalia a estrutura e atrações de cada lugar através do interesse dos espectadores, das empresas patrocinadoras e da capacidade de investimento de cada país para abrigar o festival. A organização empreenderá também uma campanha promocional nos meios de comunicação para incentivar o público a participar da escolha de uma próxima edição do evento através do site do Rock in Rio.

Após 10 anos da sua última edição no Rio de Janeiro, o Rock in Rio voltará em setembro à cidade onde nasceu em 1985, depois de passar por Madri e Lisboa, onde alcançou um grande sucesso de público. Para este ano, a organização do festival confirmou os shows de Rihanna, Elton John, Shakira, Lenny Kravitz e as brasileiras Ivete Sangalo e Claudia Leitte. Em suas últimas nove edições, o Rock in Rio reuniu mais de 5 milhões de espectadores com mais de 650 artistas procedentes de todo o mundo.

    Leia tudo sobre: Rock in Riomúsica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG