Arctic Monkeys lança quarto álbum com novas influências pop

Com "Suck It and See", banda amadurece sem perder a irreverência juvenil

iG São Paulo, com Agência Estado |

Getty Images
Alex Turner, vocalista do Arctic Monkeys
Eles começaram como um fenômeno da internet, mas esqueça qualquer besteirol que aparece na rede vez ou outra. Em 2003, a cena musical britânica começava a virar suas atenções para um quarteto de garage rock de Sheffield, no norte da Inglaterra. Dois anos depois, a macaquice juvenil alcançou o mundo com o single "I Bet You Look Good on the Dancefloor". A consagração definitiva do Arctic Monkeys chegou em 2006, com o lançamento do disco "Whatever People Say I Am, That's What I'm Not", eleito o melhor do ano por várias publicações, como a americana Time e a inglesa NME.

Mas eles não seguiram a trajetória padrão usual em situações de fama instantânea pela internet. O ano é 2011, oito já se passaram desde então e Alex Turner (vocal e guitarra), Jamie Cook (guitarra base), Nick O'Malley (baixo) e Matt Helders (bateria) chegam ao quarto disco, "Suck It and See", lançado mundialmente nesta segunda-feira (06), sem decepcionar público e crítica. A discografia da banda é consistente e marca as diferentes fases da banda. Neste panorama, "Suck It and See" aponta para novas referências pop, um conjunto de 12 canções mais acessíveis, diferente do antecessor, "Humbug", de 2009, que representava um momento mais sombrio do líder Alex Turner.

Eles não são mais os garotos de 18 ou 19 anos que "apostavam que a moça ficaria bonita numa pista de dança". As composições de Turner acompanham a idade e a sua maturidade. A banda agora chegou aos 25 e 26 anos com novas preocupações, mas mantendo o frescor juvenil e a irreverência que sempre acompanhou a banda.

O lançamento oficial de "Suck It and See" é nesta segunda, mas há duas semanas ele já havia vazado na internet. Ciente disso, a banda colocou, na semana passada, o álbum inteiro na página oficial. No Brasil, em iniciativa louvável da gravadora, o disco também chegará hoje às prateleiras. O álbum foi novamente produzido por James Ford, que já havia trabalha com o quarteto no segundo ("Favourite Worst Nightmare") e no terceiro disco ("Humbug"). O grupo está cotado para encabeçar o festival brasileiro SWU, que será realizado nos dias 12, 13 e 14 de novembro, em Paulínia, interior de São Paulo. Nada, porém, está confirmado.

    Leia tudo sobre: arctic monkeyssuck it and seealex turner

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG