Após tensão e tragédias pessoais, Rapture encontra a paz em quarto disco

Banda de Nova York se apresenta em São Paulo na quarta-feira; leia entrevista

Augusto Gomes, iG São Paulo |

Divulgação
The Rapture, com o vocalista Luke Jenner ao centro
Os últimos anos foram conturbados para o líder do Rapture, Luke Jenner. De 2006 para cá, ele abandonou e retornou à banda. Pensou em lançar um álbum solo, mas desistiu e voltou a gravar com a banda. Mas, insatisfeito com o disco que estava fazendo, resolveu recomeçar o trabalho do zero. E não foi só isso: nesse período, o vocalista teve seu primeiro filho. E sua mãe cometeu suicídio.

"Minha mãe sofria de transtorno bipolar, assim como minha avó. As duas cometeram suicídio", conta Jenner, em entrevista por telefone ao iG .

A experiência de perder a mãe foi um fator fundamental para a produção do mais recente disco do Rapture, "In the Grace of Your Love", lançado no ano passado. "Eu tinha que tirar algo de positivo daquilo", explica.

Segundo o músico, compor e gravar o disco (o primeiro do Rapture desde "Pieces of the People We Love", de 2006) foi uma forma de lidar com as emoções provocadas pela morte da mãe. Mas, para ele, isso não significa que o álbum tenha uma carga negativa. "As músicas são sobre estar em paz comigo mesmo e sobre aprender a lidar com tudo que aconteceu de ruim", diz.

Veja letras e ouça músicas do Rapture

Getty Images
Luke Jenner no palco
O resultado desse aprendizado poderá ser visto ao vivo pelo público brasileiro na próxima semana. O Rapture faz três shows no país: na quarta (25), toca no Cine Joia, em São Paulo; na sexta (27), apresenta-se no Circo Voador, no Rio de Janeiro; e, no sábado (28), é uma das atrações do festival M/E/C/A, que acontece no litoral do Rio Grande do Sul.

Será a terceira passagem do grupo pelo Brasil. Na primeira, em 2003, a banda foi uma das atrações do Tim Festival. Na segunda, em 2007, tocou no Planeta Terra. Jenner ainda veio ao país em outras oportunidades, para fazer DJ sets. Dessa vez, não será diferente: Jenner será DJ no Centro Cultural Banco do Brasil paulista, no dia 25, poucas horas antes do show no Cine Joia.

As três apresentações serão baseadas no recente "In the Grace of Your Love", com algumas músicas dos discos "Echoes" (2003) e "Pieces of the People We Love (2006) para completar. Jenner conta que não costuma mudar muito o repertório de um show para o outro. "Foi uma coisa que aprendi fazendo DJ sets: há sequências de músicas que funcionam muito bem, então é bom não mexer nelas", explica.

A formação do Rapture agora é diferente da que veio ao Brasil em 2003 e 2007. O baixista e vocalista Mattie Safer não faz mais parte da banda. "Não sei por que ele saiu", afirma. Jenner não esconde as diferenças que tinha com o ex-companheiro, mas garante que queria que ele continuasse no grupo. "Nós basicamente imploramos para ele ficar, mas ele não quis."

"Na época do 'Pieces of the People We Love', houve muita tensão entre eu e o Mattie. Ele queria compor e cantar mais músicas, e eu estava ficando sem espaço", recorda. Jenner então decidiu sair, mas logo depois voltou. Aí foi a vez de Safer pular fora. "Depois de alguns meses, eu voltei. Disse que sentia muito. Os rapazes ficaram meio putos, mas me aceitaram de volta."

O cantor conta que o grande responsável por sua volta foi James Murphy, líder do LCD Soundsystem e também um dos donos da DFA Records, gravadora que lançou o Rapture em 2003. "Um dia eu o encontrei e falei que estava pensando em fazer um disco solo. Ele respondeu: 'Você não tem que fazer disco solo nenhum. Tem é que voltar para a p***a da sua banda'. Na hora eu não gostei, mas ele estava certo."

Ouça abaixo o disco "In the Grace of Your Love", do Rapture:

Rapture em São Paulo
Quarta-feira (25/01), no Cine Joia
Praça Carlos Gomes, 82, Liberdade
Ingressos: R$ 80 e R$ 160
cinejoia.tv/ingressos

Rapture no Rio de Janeiro
Sexta-feira (27/01), no Circo Voador
Praça dos Arcos, s/n, Lapa
Ingressos: R$ 80 e R$ 160
www.ingresso.com.br

Rapture no Rio Grande do Sul
Sábado (28/01), no Festival M/E/C/A
Praia de Xangri-Lá, RS407, Km 2,5
Ingressos: R$ 50 (primeiro lote) e R$ 70 (segundo lote)
www.compreingressos.com.br

    Leia tudo sobre: The Raptureshowsmúsica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG