Trio americano tocou nesta quinta-feira no Sesc Pompeia, dentro do festival Jazz na Fábrica

Bad Plus toca em São Paulo
Augusto Gomes
Bad Plus toca em São Paulo
"Sinto muito por quem tinha comprado ingressos para nosso show de ontem. Se alguém está aqui, nossas sinceras desculpas". A frase foi dita pelo pianista Ethan Iverson, quase no final do show que o trio Bad Plus (também composto pelo baterista Dave King e pelo baixista Reid Anderson) fez nesta quinta-feira no Sesc Pompeia, em São Paulo.

Foi a primeira apresentação da turnê brasileira do grupo, mas deveria ter sido a segunda: a banda tinha uma performance agendada na quarta-feira no Bourbon Street, mas não chegou ao Brasil a tempo porque seu voo foi cancelado. Culpa dos tornados que atingiram os Estados Unidos esta semana.

Como para compensar o cancelamento da noite anterior, os três presentearam o público com uma apresentação de quase duas horas. A base do repertório foi o álbum "Never Stop", lançado em setembro do ano passado.

O trio mostrou todas as facetas de seu jazz: às vezes roqueiro e dançante (caso da música "Never Stops"), às vezes mais lírico ("Super America"), às vezes barulhento e experimental ("The Empire Strikes Backwards", do disco "Suspicious Activity?", de 2005).

O baterista Dave King
Augusto Gomes
O baterista Dave King
Só ficaram de fora da apresentação as famosas covers que a banda costuma fazer. Quem esperava ouvir as versões do trio para "Tom Sawyer" (Rush) ou "Iron Man" (Black Sabbath), presentes nas passagens anteriores do Bad Plus pelo Brasil (esta é sua quinta turnê pelo Brasil), se decepcionou.

Em compensação, viu o trio numa noite particularmente inspirada. Especialmente o baterista Dave King, que roubou a noite.

O grupo volta a tocar nesta sexta-feira (27) no Sesc Pompeia, com os ingressos praticamente esgotados. No sábado (28) e no domingo (29), o Jazz na Fábrica recebe outro grande nome, o saxofonista Archie Shepp. Para essas duas apresentações, as entradas já acabaram.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.