Apesar da chuva, Coldplay agita público no Rio

Banda fez primeiro show no Brasil sem que a água incomodasse os fãs

EFE |

A banda britânica Coldplay deleitou na noite deste domingo milhares de fãs na Praça da Apoteose, no Rio de Janeiro, em seu primeiro show no Brasil da turnê "Viva la Vida", apesar da chuva que acompanhou todo o espetáculo.

As fantasias e carros alegóricos do Carnaval foram substituídos pela decoração típica da turnê de Coldplay: imensos globos suspensos no ar e iluminados com inscrições de "Viva la Vida" e referências ao quadro de Delacroix que ilustra a capa do álbum.

O público carioca já tinha desafiado a chuva durante o show de abertura da banda inglesa Bat for Lashes, e também não se amedrontou durante as quase duas horas que durou o do Coldplay, enquanto vendedores ambulantes aproveitavam para fazer negócio.

O sucesso da banda foi notável levando em conta o mau tempo e o fato de que a entrada mais barata custava R$ 150 e a mais cara R$ 500 reais.

AE

Ao longo da noite, o vocalista Chris Martin descreveu clima do show como "incrível"

A banda começou o show meia hora mais tarde do que o previsto, para esperar que a chuva dimuísse um pouco e entrou no palco ao som de "O Danúbio Azul" de Johann Strauss, antes de começar com a primeira música da noite: "Life in Technicolor".

Em seu repertório, canções do último álbum que já se transformaram em hinos como o "Viva la Vida", "Lost" e "Death and All of His Friends", músicas com as quais ganharam o Grammy de melhor disco em 2009.

O quarteto inglês liderado por Chris Martin, que não tocava no Rio desde 2003, também interpretou algumas de suas canções mais memoráveis como "The Scientist", "Fix You", "Clocks" e "Yellow".

Martin descreveu o ambiente da Apoteose como "incrível" e quis agradecer a entrega do público durante a atuação ao colocar uma bandeira do Brasil em seu microfone.

No entanto, o melhor foram as múltiplas surpresas e efeitos especiais que ilustraram o show e com os quais a banda conquistou a plateia. Primeiro, globos gigantes de cor amarela inundaram a pista enquanto a banda tocava "Yellow", para continuar com fogos de artifício em "Fix You".

Após um breve recesso, a banda desapareceu do palco e se deslocou até uma pequena plataforma situada no meio do público onde interpretou várias músicas em formato acústico, entre elas uma inédita: "Spanish Rain".

Milhares de borboletas de papel de todas as cores cobriram os espectadores situados em frente ao palco durante "Lovers in Japan", enquanto uma nova bateria de fogos de artifício serviu para colocar o ponto final ao espetáculo, que terminou como tinha começado, com "Life in Technicolor".

O show no Rio de Janeiro é o segundo dos sete que o grupo realizará na América Latina e que servirão para encerrar a turnê.

Após tocar em Buenos Aires na sexta-feira passada, e esta noite em Rio, a banda seguirá para São Paulo na próxima terça-feira, e na sequência para Bogotá, Cidade do México, Guadalajara e Monterrey (México).

Serviço ¿ Coldplay no Brasil

São Paulo
Estádio do Morumbi
Terça-feira (02/03), a partir das 21h30
Ingressos: R$ 160 a R$ 500 (esgotados para as arquibancadas azul, especial vermelha, cadeira superior laranja, pista vip e meia-entrada de estudante para pista normal)
Informações pela Internet: Ticketmaster

    Leia tudo sobre: coldplay

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG