Amy Winehouse morreu por excesso de álcool

Quantidade de álcool no corpo da cantora no momento da morte era cinco vezes maior que a permitida para dirigir

iG São Paulo |

A cantora britânica Amy Winehouse, de 27 anos, morreu por excesso de álcool, de acordo com o inquérito da polícia de Londres. Segundo o legista, Amy possuía no corpo cinco vezes a quantidade de álcool permitida para dirigir.

Acesse o especial Amy Winehouse

AP Photo/Matt Dunham
Amy Winehouse
O relatório final determinou "morte acidental". De acordo com a BBC, a cantora estava passando por um período de três semanas de abstinência. Após sua morte, foram encontradas três garrafas de vodca em sua casa.

Os pais de Amy, Mitch e Janis, foram ouvidos no inquérito. Em um comunicado oficial, a família disse que é "um alívio finalmente descobrir a causa da morte de Amy. Sabíamos que ela possuía álcool no corpo quando morreu. Amy estava lutando contra seus problemas com o álcool e causa uma grande dor saber que ela não conseguiu vencê-lo a tempo. Ela vinha de um período de semanas de abstinência e voltou a beber naquela semana".

Amy Winehouse foi encontrada morta em sua casa no dia 23 de julho . A autópsia realizada pela polícia à época foi inconclusiva. Os exames toxicológicos realizados em seu corpo não acusaram a presença de substâncias ilícitas , mas mostraram vestígios de álcool.

Siga o iG Cultura no Twitter

Após sua morte, Amy Winehouse atingiu o topo das paradas britânicas com seu segundo álbum, "Back to Black", e se tornou o disco mais vendido no Reino Unido no século. O culto ao seu legado fez com que os fãs montassem uma vigília em frente a sua casa, no bairro de Camdem Town, norte de Londres.

A última gravação da cantora, "Body and Soul", um dueto com Tony Bennett, foi lançada como single no dia 14 de setembro , dia em que a cantora completaria 28 anos. Parte de sua arrecadação destinada a uma fundação criada pelo pai de Winehouse para ajudar jovens com problemas com álcool. "Duets II", disco em que a canção foi incluída, atingiu o primeiro lugar da parada da Billboard, fato inédito na carreira de Bennett.

Surgiram rumores de que um terceiro álbum de Amy seria lançado em 2012, contendo material que a cantora gravou nos ultimos quatro anos. Até o momento, no entanto, não foi divulgada nenhuma informação oficial sobre o lançamento.

    Leia tudo sobre: amy winehouse

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG