Amy Winehouse é encontrada morta em sua casa

Cantora britânica tinha 27 anos; segundo a polícia, causa ainda está sendo investigada

iG São Paulo com agências internacionais |

A cantora inglesa Amy Winehouse foi encontrada morta em sua casa às 16h (horário de Londres; 12h em Brasília) deste sábado, em Londres.

Acesse o especial Amy Winehouse

A informação foi divulgada por um jornalista do "Daily Mirror" no Twitter e confirmada logo depois pela polícia inglesa. A imprensa britânica chegou a especular que a causa teria sido overdose de drogas. Mas a polícia afirmou que isso é "inadequado".

"A autopsia ainda não foi realizada e é impróprio especular sobre a causa da morte", disse o inspetor Raj Kohli.

Ouça canções de Amy Winehouse

Segundo a agência britânica "PA", o serviço de ambulâncias de Londres chegou ao seu apartamento, em Camden, no norte de Londres, mas nada pôde ser feito para salvar sua vida.

De acordo com a emissora britânica "BBC", o pai da cantora, que está em Nova York, voltará imediatamente para Londres.

A última vez que a cantora tinha sido vista em público foi na quarta-feira à noite, quando Winehouse foi ao show de sua afilhada Dionne Bromfield no teatro "The Roundhouse", de Camden Town.

Veja a trajetória de altos e baixos de Amy Winehouse

Winehouse tinha 27 anos e possuía um longo histórico de uso de drogas e álcool. Sua única passagem pelo Brasil foi em janeiro deste ano, para uma série de shows.

A turnê da artista britânica no País, que passou por São Paulo, Recife, Florianópolis e Rio de Janeiro, havia marcado seu muito aguardado retorno aos palcos, após um hiato de dois anos sem apresentar seu show definitivo.

Taxista divulga vídeo de Amy Winehouse com 18 anos

Várias personalidades britânicas lamentaram a morte da cantora. Sarah Brown, mulher do ex- primeiro-ministro do Reino Unido Gordon Brown, escreveu no Twitter: "Um grande talento, uma voz extraordinária, uma morte trágica, condolências à família".

O produtor Salaam Remi, que trabalhou com Amy Winehouse no disco "Back to Black", escreveu em sua conta do Twitter que é um dia muito triste e que perdeu uma grande amiga e irmã. Além disso, o comentarista de rock do jornal "The Daily Telegraph", Neil McCormick, expressou neste sábado que ficou "comovido" pela morte da artista. "É muito triste. É a mais trágica perda de talento que eu possa lembrar", disse McCormich.

Em Londres, pubs e mercados de rua prestam homenagem à cantora

A cantora Myleene Klass afirmou que a artista tinha um "talento excepcional e era uma menina realmente agradável". "Acabo de escutar a triste notícia da morte de Amy Winehouse. Com apenas 27 anos, é uma terrível perda de grande talento. Envio minhas mais sinceras condolências à família", afirmou o apresentador Phillip Schofield.

Assista aos 10 melhores clipes de Amy Winehouse

Cancelamento

Em junho, Winehouse cancelou por "problemas de saúde" , segundo seus representantes, toda sua turnê europeia. Ela havia sido vaiada em Belgrado em 18 de junho porque, em aparente estado embriaguez, foi incapaz de cantar todas as músicas durante 90 minutos.

No início de junho, Winehouse havia deixado uma clínica de reabilitação em Londres.

Logo no início da apresentação de Belgrado, a cantora caminhou cambaleando pelo palco, abraçou seu guitarrista, tirou os sapatos e, durante a execução da canção "Just Friends", misturou versos perdidos com frases lançadas aos fãs.

E isso foi apenas o começo de uma série de erros que durou 90 minutos e irritou os fãs, que pagaram o equivalente a R$ 130 para assistir ao show.

A irritação da plateia foi convertida em vaias e, posteriormente, em comentários no YouTube, onde é possível encontrar diversos vídeos da desastrosa apresentação.

"Amy não conseguiu cantar nenhuma música do começo ao fim. Algumas ela sequer tentou. Não sou mais seu fã", afirmou uma moça no site.

Acesse o especial Amy Winehouse

    Leia tudo sobre: Amy Winehouse

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG