Alejandro Sanz chega com nova turnê a São Paulo

Depois de cantar com Daniela Mercury no Rio, espanhol divide palco com Ivete

Agência Estado |

AgNews
Alejandro Sanz durante o show no Rio
O cantor espanhol Alejandro Sanz, de 41 anos, já lançou 12 álbuns e seis DVDs, vendeu 21 milhões de cópias e ganhou 15 prêmios no Grammy Latino. Enfim, sua obra é ampla. Mas uma coisa é certa: até hoje, o público faz associação direta entre o cantor e seu grande sucesso, "Corazón Partío", faixa do álbum "Más", de 1997. Se Alejandro se importa de a canção continuar a ser recordada – e cantada - de forma passional por seu público? "Melhor 'Corazón Partío' ser lembrada do que 'Macarena'", ele brinca. "Não me incomodo. Tenho orgulho dessa música, das pessoas se lembrarem dela", emenda.

Mais uma vez, o hit foi incorporado ao set list de seu show. Agora, "Corazón Partío" o acompanha na nova turnê internacional "Paraíso", que chega hoje ao Credicard Hall, em São Paulo, depois de passar pelo Rio de Janeiro, no domingo. No palco carioca, o anfitrião espanhol recebeu como convidada a cantora Daniela Mercury, que gravou "He Sido Tan Feliz Contigo" no DVD dele, em 2004. Em São Paulo, será a vez de Ivete Sangalo – com quem já havia feito dueto de "Corazón" na gravação do CD e DVD dela no Maracanã, em 2006. "Elas são duas grandes artistas. Já fizemos trabalhos juntos. Conheço as duas há muito tempo".

Além dos clássicos da carreira, Alejandro Sanz, acompanhado dos nove músicos da banda, vai mostrar composições de seu novo trabalho, "Paraíso Express", que dá mote ao tour - que já passou por mais de 30 cidades e deve percorrer cerca de outras 70. E o compositor, que está sempre por essas bandas, fez questão de encaixar o Brasil nesse roteiro. "Todo ano, pelo menos uma vez, eu visito o País e participo de alguns programas na TV", conta o artista espanhol.

Mesmo após tantas passagens pelo Brasil nos últimos anos, Alejandro acabou não escapando da rota São Paulo-Rio, com direito a uma esticada até Búzios. Costumam lhe fazer elogios do Recife, mas ele admite que ainda não teve oportunidade de conhecer a capital pernambucana. Ele também aprecia os músicos brasileiros. Por ora, não está fazendo nenhum trabalho com artistas daqui. "Eu colaborei recentemente no disco de Ivan Lins ("Íntimo"). Ele tem um jeito peculiar de compor e cantar. Gostaria muito de ter uma música dele num disco meu", afirma Alejandro .

Serviço – Alejandro Sanz em São Paulo . Hoje, às 21h30. Credicard Hall (Av. das Nações Unidas, 17955). Tel: (11) 4003-6464 ou na internet . Ingressos: R$ 100 a R$ 400.

    Leia tudo sobre: alejandro sanzdaniela mercuryivete sangalo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG