Alceu Valença revive disco clássico dos anos 1970 em São Paulo

Cantor pernambucano tocará músicas do álbum "Vivo!" nesta quinta no Studio SP

Augusto Gomes, iG São Paulo |

Augusto Gomes
O cantor Alceu Valença
O cantor pernambucano Alceu Valença revive, nesta quinta-feira (09), as canções de um de seus trabalhos mais marcantes, o álbum "Vivo!", de 1976. Ele fará um show especial no Studio SP, em São Paulo, em que vai interpretar as canções deste disco, como "O Casamento da Raposa com o Rouxinol", "Sol e Chuva" e "Papagaio do Futuro", entre outras.

Como o próprio nome indica, "Vivo!" foi gravado ao vivo. O álbum é resultado da primeira temporada do músico no Rio de Janeiro, no Teatro Tereza Rachel. Na época, ele subiu ao palco acompanhado de músicos como Zé Ramalho, que só viria a lançar seu primeiro disco solo dois anos depois.

É, ao lado dos discos "Molhado de Suor" (1974) e "Espelho Cristalino" (1977), o melhor representante da mistura de rock psicodélico e música nordestina que marcou os primeiros trabalhos de Valença.

O show desta quinta será a segunda vez que "Vivo!" é reencenado em São Paulo. Em março, Valença fez três shows no Sesc Belenzinho, com ingressos esgotados, quando interpretou o repertório do disco.

Essas apresentações contaram com a participação especial de outra lenda da psicodelia pernambucana, Lula Côrtes , que em 1975 gravou o lendário álbum "Paêbirú" com Zé Ramalho. Foi a última aparição pública do músico, que morreu uma semana depois, vítima de um câncer na garganta.

O show está previsto para começar às 23h e os ingressos custam R$ 30 (com nome na lista, o preço cai para R$ 20). O Studio SP fica na Rua Augusta, 591, no centro de São Paulo.

    Leia tudo sobre: Alceu ValençaShowsMPB

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG