Alanis Morissette reflete sobre fim do relacionamento com novo CD

AP |

Alanis Morissette estava muito feliz por um tempo. E nada de músicas novas. Então, no começo do ano passado, a cantora e compositora canadense de 34 anos rompeu com seu noivo, o ator Ryan Reynolds, depois de um relacionamento de quatro anos e meio. O produto desse rompimento chega às prateleiras das lojas nessa semana na forma de Flavors of Entanglement .

Ouça os maiores sucessos de Alanis Morissette no MusiG

Como Jagged Little Pill , seu disco de estréia, vencedor do Grammy em 1995, o novo álbum é ao mesmo tempo sarcástico e vulnerável, otimista e furioso. Pessoalmente, Morissette ri com facilidade do surto criativo que veio logo após as coisas começarem a desmoronar com Reynolds, que agora está noivo de Scarlett Johansson.

A cantora fez o mundo todo rir quando, aparentemente recuperada, colocou no YouTube uma versão irônica de My Humps , do Black Eyed Peas, que já foi vista mais de 13,5 milhões de vezes.

Morissette conversou com a Associated Press para falar sobre o hábito de compor como terapia, as pérolas poéticas de Fergie e sobre Reynolds.

Fale sobre o processo de gravação desse álbum.
No meio da ruptura do noivado, fui a Londres por 12 dias e escrevi 12 canções. Era tudo muito imediato e visceral. Então voltei a Los Angeles e escrevi mais 12 canções com um cavalheiro chamado Guy Sigsworth, que eu adoro. Então a composição em si foi muito rápida. Olhando em retrospectiva, diferente da maneira como eu compunha no passado. Foi tudo no momento. Funcionou como um pequeno bote salva-vidas para mim. O processo de ter que ir ao estúdio todo dia me ajudou muito.

Parece que metade do álbum é uma retrospectiva sobre seu relacionamento com Ryan e a outra metade é de músicas sobre seguir em frente. Isso foi intencional?
Um dos temas principais desse disco foi essa recuperação, esse renascer das cinzas, pode-se dizer. Então é como uma resolução da minha própria vida, chegando ao fundo do meu próprio poço e saindo de lá... Eu nem mesmo percebi isso enquanto estava escrevendo as canções, mas o disco definitivamente atravessa todos os estágios do sofrimento.

Você está por dentro das fofocas sobre celebridades?
Eu realmente não estou mais acompanhando pela internet ou lendo aquelas revistas. Costumava lê-las o tempo todo, mas acho que uma vez que as coisas se voltaram contra mim, parei de ler sobre isso. Comecei a ver a natureza daquilo e, no meu caso, comecei a ver o quanto era inexato. Então eu parei de ler isso porque pensei, bem, se é errado o que escrevem sobre mim, deve ser errado também o que escrevem sobre outras pessoas. Mas de vez enquanto eles acertam na mosca. (risos)

Por que o vídeo de "My Humps?
Guy Sigsworth e eu estávamos no estúdio e eu estava escrevendo a vigésima música. A piada do momento com ele era que eu entrava no estúdio e ele dizia Qual cavalo do apocalipse está vindo hoje, Alanis?. Então, naquele dia específico, eu estava pensando Deus, eu gostaria de poder escrever algo realmente simples. Eu disse Uma canção como 'My Humps' seria ótimo. Então eu e ele a tocamos no piano. E em uma semana nós estávamos gravando o vídeo da música com meus amigos na garagem da minha casa. ... Uma vez que uma canção é cantada de forma mais lenta, como uma balada, a letra se destaca. Então eu realmente aprendi algo sobre ter que fazer seu homem funcionar, funcionar, fazer você funcionar, fazer você funcionar, funcionar, funcionar. É muito profundo. E verdadeiro! E funciona!

Ryan seguiu em frente com sua vida. Isso é difícil para você. Qual seu recado para ele?
Mantenho distância, então para ser perfeitamente honesta eu não estou mais focada nisso. Desejo a qualquer um que eu ame, esteja comigo ou não, muito sucesso e amor nas suas vidas. Então ¿ boa sorte.

Compre músicas de Alanis Morissette.

Leia mais sobre Alanis Morissette .

    Leia tudo sobre: alanis morissette

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG