Air abre turnê brasileira com grande show no Rio de Janeiro

Apresentação no Circo Voador teve como ponto alto músicas do disco "Moon Safari"

Augusto Gomes, iG São Paulo |

Divulgação
Air durante a apresentação no Circo Voador
A banda francesa Air fez no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (14), o seu primeiro show no Brasil. Diante de um Circo Voador lotado, a dupla formada por Nicolas Godin e Jean-Benoît Dunckel (no palco, eles são acompanhados por um baterista) fez um abrangente retrospecto de sua carreira em cerca de uma hora e meia de show. Os pontos altos foram as canções do álbum de estreia do duo, "Moon Safari", de 1998.

A escolha de repertório de Godin e Dunckel foi inteligente. O último trabalho do grupo, o fraco "Love 2" (2009), foi representado com poucas músicas. Já o emblemático "Moon Safari", um dos melhores discos dos anos 1990, apareceu com cinco canções. "Remember" e "Talisman" (essa, numa versão espetacular) surgiram na primeira metade do show, enquanto "Kelly Watch the Stars", "Sexy Boy" e "La Femme d'Argent" foram guardadas para o final.

No palco, o som delicado do Air ganha peso, mas sem perder as nuances. Dunckel e Godin se revezam nos vocais. Mas, enquanto o primeiro fica o tempo todo nos teclados, o segundo de desdobra entre teclados, violão e baixo. Ambos se comunicaram bastante com o animado público carioca: além dos "obrigados" protocolares (aos quais o sotaque francês deu um charme adicional), houve vários beijos mandados para a plateia.

A lista de músicas foi semelhante à de outras performances na América Latina. A música de abertura é a ótima "Do The Joy" (faixa do disco "Pocket Symphony", de 2007). Pouco depois, aparecem dois dos pontos altos da noite: "Venus" (do disco "Talkie Walkie") e "J'ai dormi sous l'eau", single lançado ainda antes do álbum de estreia da dupla. Um bloco dedicado ao disco "10,000Hz Legend" (incluindo a grande "Don't Be Light") marca o meio do show.

Para a fechar a performance, a escolhida foi "Kelly Watch the Stars". O grupo ainda voltou para um bis, que começou morno (com "Heaven's Light", faixa do recente "Love 2") mas logo em seguida esquentou com "Sexy Boy" (o maior sucesso da banda, que aqui apareceu numa versão mais seca e minimalista) e principalmente "La Femme d'Argent", no palco ainda mais longa e lisérgica (e também pesada) do que no disco.

A turnê brasileira do Air termina neste sábado em São Paulo. O grupo é uma das atrações do Festival Natura Nós, que acontece na Chácara do Jóquei e ainda terá Snow Patrol e Jamiroquai, entre outras atrações. O grupo ainda tinha um show agendado para esta sexta em Belo Horizonte, mas a apresentação foi cancelada. Oficialmente, por "problemas técnicos" - a causa real foi a baixa venda de ingressos. Uma injustiça: o Air merece um público grande e animado, como o que teve nesta quinta no Rio.

Festival Natura Nós

Chácara do Jockey (Avenida Pirajussara, s/n), São Paulo

16.10 - a partir das 13h
ingressos: R$ 190 (pista) e R$ 500 (pista premium)
shows: Céu, Marcelo Jeneci, Karina Buhr, Móveis Coloniais de Acaju e Bajofondo Tango Club (Palco Azul); Vanessa da Mata, Cidadão Instigado, Air, Snow Patrol e Jamiroquai (Palco Verde)

17.10 - a partir das 11h
Ingressos: R$ 60,00
shows: Palavra Cantada, Pequeno Cidadão e Pato Fu (Palco Azul); Adriana Partimpim (Palco Verde)

Compra de ingressos pode ser efetuada pelo site livepass.com.br ou pelo telefone 4003-1527

    Leia tudo sobre: Air

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG