A carreira de Michael Jackson no cinema

Cantor participou de poucas produções, mas sempre envolvido com nomes renomados da sétima arte

Redação iG Música |

O primeiro papel de Michael Jackson no cinema foi o de Espantalho no filme "The Wiz - O Mágico Inesquecível", de 1978. O longa é uma adaptação do clássico "O Mágico de Oz" e conta com a também cantora Diana Ross e com o humorista Richard Pryor.

Em 1986 o astro estrelou a aventura "Captain EO", exibida com tecnologia 3D dentro dos parques da Disney. O filme foi dirigido Francis Ford Coppola e produzido por George Lucas. Nele Jackson interpreta o capitão de uma nave espacial tripulada por alienígenas e robôs que acaba enfrentando uma rainha má, papel de Angelica Houston.

Dois anos depois o cantor surgia com "Moonwalker", musical onde o astro apareceu com o terno e chapéu brancos, um de seus visuais mais marcantes. No longa ele ajuda três crianças a combater o vilão Mr.Big, interpretado por Joe Pesci.

"Moonwalker" rendeu o único jogo de videogame do cantor, sucesso no console Megadrive, da Sega, e nos fliperamas. 

Deixando a ficção científica de lado, nos anos 90 Jackson lançou "Ghosts", um média-metragem de 45 minutos escrito pelo cultuado Stephen King, autor de "Cemitério Maldito" e "O Iluminado". Considerado pelo Guinness como o clipe mais longo do mundo, ele traz o cantor como um tipo de fantasma que assombra uma casa abandonada.

As duas últimas aparições do astro no cinema foram apenas participações especiais. A primeira como um aspirante em "Homens de Preto 2", de 2002, e a segunda como um agente no filme "Miss Naufrágio", de 2004.

    Leia tudo sobre: cinemamichael jackson

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG