Morre o norte-americano Lorin Maazel, maestro durante mais de 70 anos

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Célebre ex-diretor da Filarmônica de Nova York começou a conduzir aos sete anos; aos 84, se preparava para festival

O mestro Lorin Maazel, que dirigiu a Filarmônica de Nova York durante sete anos, morreu neste domingo (13), aos 84 anos, em sua casa em Virgínia, nos EUA.

O site do maestro informou que ele morreu de complicações de pneumonia. Segundo o texto, ele estava ensaiando para a edição deste ano do festival de Castleton, que fundou com sua mulher, Dietlinde Turban Maazel, em 2009.

AP
O maestro Lorin Maazel em apresentação da Filarmônica de Nova York (25/06/2009)

Nos mais de 70 anos de sua carreira, ele liderou quase 200 orquestras em pelo menos 7 mil apresentações. Nascido em Paris em 1930, mas cidadão norte-americano, Maazel começou a tocar violino aos 5 anos.

Siga o iG Cultura no Twitter

Aos 7 anos, foi convidado por Arturo Toscanini para conduzir a Sinfonia da NBC. Sua estreia na Filarmônica de Nova York aconteceu sete anos depois, em 1942. Aos 15, ele já tinha conduzido as principais orquestras dos Estados Unidos.

Foi o primeiro norte-americano a conduzir o Festival de Bayreuth, na Alemanha, e a Ópera de Viena, na Áustria.

Maazel deixa duas filhas, três filhos e quatro netos.

Com AP

Leia tudo sobre: lorin maazelóperamaestromúsica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas