Morre o contrabaixista Charlie Haden, que integrou quarteto de Ornette Coleman

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Músico norte-americano tinha 76 anos e fez história no jazz ao lado do saxofonista

AP
O músico Charlie Haden, em foto sem data

O contrabaixista norte-americano Charlie Haden, importante nome do jazz, morreu na sexta-feira (11), aos 76 anos, após uma longa doença.

O músico, que trocou o canto pelo contrabaixo após contrair pólio durante a adolescência. Complicações da mesma doença o fizeram parar de se apresentar em 2010, mas ele ainda tocava em sua casa, de acordo com a família.

Siga o iG Cultura no Twitter

Nascido em 6 de agosto de 1937 em Shenandoah, Iowa, Haden começou a tocar com os pais e os irmãos ainda na infância. A Haden Family Band tinha um programa de rádio e era popular no circuito country do interior dos EUA.

Durante a carreira, Haden tocou diferentes gêneros, de jazz a country e world music. Nos anos 1950, foi membro do quarteto do saxofonista Ornette Coleman, um marco na história da música por ter ido além das convenções do jazz.

"Quero tirar as pessoas das coisas feias e tristes que nos cercam e trazer música bonita e profunda para o máximo de pessoas que conseguir", afirmou à AP, em 2013, pouco antes de receber um Grammy pelo conjunto da obra.

Com AP

Leia tudo sobre: charlie hadenornette colemanmúsicajazz

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas