Mombojó ao iG:  "Você tem mais simpatia do público quando é independente"

Por Susan Souza , iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Grupo pernambucano lança "Alexandre", disco que marca fase de experimentação sonora; Leia entrevista

O grupo pernambucano Mombojó lança o quinto disco de estúdio, "Alexandre", que resgata em seu nome uma piada interna do começo da carreira, além de marcar uma nova fase de experimentações sonoras. "Alexandre é um personagem na história da banda. Estamos bem diferentes, quase sendo outras pessoas", conta ao iG o músico Felipe S (vocal e guitarra).

Mombojó. Foto: José de holanda/divulgaçãoMombojó. Foto: José de holanda/divulgaçãoMombojó. Foto: José de holanda/divulgação

O nome masculino usado no título do álbum é uma piada interna em relação ao efeito de um teclado, que pertencia ao pai do ex-baixista Samuel Vieira, que fazia a frase "Are you sure?" soar como "Alexandre" - algo que imediatamente virou uma brincadeira constante entre os integrantes.

Raul Luna/Divulgação
Capa de 'Alexandre', do Mombojó

Em atividade desde 2001 (o primeiro disco foi "Nadadenovo", lançado em 2004), esta é a primeira vez que o Mombojó se permite compor usando recursos digitais antes de passar pela composição orgânica em um instrumento real, como era de costume na banda.

"Sabemos e gostamos de mexer no Pro Tools (software usado para produção musical). Começamos a fazer música dentro do programa. Antes, chegávamos com a música pronta, mas em 'Alexandre' a gente se propôs a pegar os sons e construir em cima deles, quase criando uma trilha. Isso ajuda a fazer um conceito", explica o músico.

Mercado independente

"Alexandre" está sendo lançado pelo selo Slap, braço da gravadora Som Livre que se dedica a novos artistas nacionais ou nomes mais alternativos. Sobre o atual mercado musical brasileiro, Felipe S compara o período em que começou com o Mombojó, no início dos anos 2000, à atualidade.

"Há 13 anos, os primeiros grandes artistas estavam deixando de ser lançados por gravadoras, hoje isso é comum. Você tem mais simpatia do público quando você é um artista independente. Isso fez aumentar o número de artistas conhecidos, porque antes eram as gravadoras que escolhiam quem seria conhecido. Hoje é muito pelo mérito do artista, algo que a internet fez valer."

Produzido pela banda com colaboração de Rodrigo Sanches e Homero Basílio, "Alexandre" tem 11 faixas e participações de artistas como Laetitia Sadier (da banda Stereolab) na faixa "Summer Long", China em “Hello” e “Pro Sol”, Céu e Pupillo em “Diz o Leão” e mais músicos convidados.

Leia tudo sobre: mombojómúsicaalexandreentrevista

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas