Manuscritos e desenhos de John Lennon vão a leilão em Nova York

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Sotheby's espera arrecadar US$ 850 mil e US$ 1,8 milhão (R$ 1,9 milhão a R$ 4 milhões)

Reuters

Manuscritos e desenhos originais autografados para dois livros aclamados produzidos pelo ex-Beatle John Lennon em meados da década de 1960 vão ser vendidos em leilão na próxima semana em Nova York, afirmou a Sotheby's nesta quinta-feira.

Um total de 89 lotes, com preços que vão de US$ 500 a US$ 70 mil (R$ 1,1 mil a R$ 156 mil), produzidas para o livro de 1964 "In His Own Write" e "A Spaniard in the Works", publicado em 1965, vão a leilão.

Desenho feito por John Lennon, em data desconhecida. Foto: APDesenho feito por John Lennon, em data desconhecida. Foto: APDesenho feito por John Lennon, em data desconhecida. Foto: APO cantor John Lennon e sua mulher, Yoko Ono, em foto de 1969. Foto: AP

O evento coincide com o 50º aniversário da primeira aparição dos Beatles nos Estados Unidos no programa Ed Sullivan.

"Esta é a coleção mais substancial de obras de arte originais e manuscritos e material de texto datilografado por John Lennon que nunca foi a leilão", disse Gabriel Heaton, especialista do departamento de livros e manuscritos da Sotheby's em Londres.

Siga o iG Cultura no Twitter

"É um dos conjuntos mais expressivos de trabalho não- musical que ele já produziu", disse Heaton em entrevista por telefone. Lennon tinha 40 anos quando foi baleado em 1980, na calçada do prédio de apartamentos onde morava em Nova York.

A coleção, que deve arrecadar um total de US$ 850 mil a US$ 1,8 milhão (R$ 1,9 milhão a R$ 4 milhões), está em exibição para o público na Sotheby's até o leilão, em 4 de junho.

Leia tudo sobre: john lennonleilãomúsica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas