Luiz Melodia leva o samba e a gafieira para a Virada Cultural

Por Susan Souza , iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Em show ensolarado, músico tocou sucessos de "Pérola Negra" (1973) e dedicou música a dependentes de crack

Com atraso de quase 20 minutos, o cantor e compositor Luiz Melodia começou seu show no palco da praça Julio Prestes, na 10 ª edição da Virada Cultural, com a música "Contrastes". O artista é a penúltima atração deste palco, que ainda receberá o grupo da gravadora norte-americana Motown, Martha and the Vandellas, às 18h.

SIGA O IG CULTURA NO TWITTER

"Que seja uma tarde positiva para todos nós", desejou o artista em seu agradecimento assim que comecou a apresentação na ensolarada tarde de domingo (18).

Luiz Melodia foi uma das atrações deste domingo (18) na 10ª edição da Virada Cultural. Foto: Susan Souza/iGLuiz Melodia foi uma das atrações deste domingo (18) na 10ª edição da Virada Cultural. Foto: Susan Souza/iGLuiz Melodia foi uma das atrações deste domingo (18) na 10ª edição da Virada Cultural. Foto: Susan Souza/iGLuiz Melodia foi uma das atrações deste domingo (18) na 10ª edição da Virada Cultural. Foto: Susan Souza/iG

Melodia homenageou o cantor Jair Rodrigues, morto no começo do mês de maio em decorrência de um infarto agudo do miocárdio. "Viva, Jair Rodrigues", disse antes de cantar "Diz Que Fui Por Ai", composição de Zé Keti.

Acompanhado de uma banda com percussão, cordas e metais, Luiz Melodia apresentou canções como "Tive Sim", "Dama Ideal" e faixas de seu cultuado disco de estreia "Pérola Negra", de 1973, como "Estácio, Eu e Você" e "Pérola Negra". A cantora Flávia Bittencourt foi convidada para participar de "Estácio, Holly Estácio".

Melodia dedicou a música "Magrelinha", que foi muito cantada, para "a molecada, a maioria negra, que está na dependência desse crack filho da p***", disse referindo-se à região da Cracolândia, onde a prefeitura colocou o palco do projeto "Braços Abertos", que auxilia dependentes químicos.

VEJA OS DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO DA VIRADA CULTURAL 2014

Vestindo calça bege, camisa estampada e óculos escuros, na parte próxima ao final do show Melodia voltou sem camisa, exibindo ótima forma física aos 63 anos, para cantar "Negro Gato", composição de Roberto Carlos.

A 10ª edição da Virada Cultural termina às 18h deste domingo (18). Por palcos montados em diversos pontos da região central da cidade passaram artistas como Ira!, Vanessa da Mata, Pepeu Gomes, Rosanah, Uriah Heep, MC Lon, SILVA, Marcelo Jeneci e outros.

Leia tudo sobre: virada culturalsão paulo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas