Em nota oficial, presidente se diz "fã" do cantor e diz que sua interpretação de "Disparada" ainda a emociona

A presidente Dilma Rousseff lamentou a morte do cantor Jair Rodrigues em nota oficial divulgada nesta quinta-feira (8). O músico tinha 75 anos e estava em sua casa em Cotia, na Grande São Paulo, quando sofreu um infarto agudo do miocárdio .

Mais: Morre aos 75 anos o cantor Jair Rodrigues
Vídeos: Jair Rodrigues canta "Disparada" e outras canções
Imagens: Relembre a trajetória do cantor Jair Rodrigues
R epercussão:  Artistas lamentam morte de Jair Rodrigues

Dilma disse ter recebido a notícia com "profunda tristeza":  "Não há como esquecer o entusiasmo e alegria contagiantes deste artista completo, talentoso e profundamente identificado com o coração do povo brasileiro", escreveu.

Dilma homenageia Jair Rodrigues no Facebook
Reprodução/Facebook
Dilma homenageia Jair Rodrigues no Facebook

"Sua interpretação de 'Disparada', de Geraldo Vandré e Théo Barros, passados quase 40 anos da apresentação muito me emociona. Quero deixar aqui meus melhores sentimentos e meu carinho de fã à família de Jair Rodrigues."

Siga o iG Cultura no Twitter

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, também divulgou nota lamentando a morte do cantor:

"Na voz de Jair Rodrigues, nossa música tão rica e sofisticada fica ainda melhor. Além de ser um dos nossos maiores intérpretes, Jair ainda era dono de uma alegria contagiante. Encontrei nosso grande cantor há algumas semanas na estreia do musical Elis, onde ele é um dos personagens, e, sentado na plateia, foi ovacionado. Nossos mais sinceros sentimentos para a família e seus milhões de fãs."

No Facebook, a cantora e compositora Luciana Mello, filha de Rodrigues, escreveu: "Quero agradecer, de coração, o imenso carinho que estamos recebendo! Em breve falaremos com todos. Só pedimos que respeitem nossa privacidade nesse momento tão difícil e sofrido...Muito obrigada!!."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.