In-Edit 2014 terá documentários sobre Zappa, Hendrix e a secretária dos Beatles

Por Susan Souza , iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Festival acontece de 1º a 11 de maio, em São Paulo, com abertura do músico Lou Barlow e homenagem a Frank Scheffer

"Tem mais gente entendendo o que é o In-Edit. Não é apenas uma coleção de filmes de bandas, eles têm relevência pelo momento histórico, pela pesquisa, imagens, dados. Muita gente começou a entender a oportunidade que existe de trabalhar tanto com mercados musicais quanto com conteúdo", conta ao iG o curador Marcelo Aliche, do In-Edit Brasil (Festival Internacional do Documentário Musical).

Jimi Hendrix é tema do documentário 'Hear My Train a Comin'. Foto: Getty ImagesCena de 'Twenty Feet From Stardom'. Foto: DivulgaçãoCena do documentário sobre Ney Matogrosso. Foto: DivulgaçãoCena do doc sobre Nelson Triunfo. Foto: DivulgaçãoDocumentário 'Aprender a ler para ensinar meus camaradas'. Foto: Divulgação

A versão brasileira do festival chega à sexta edição de 1º a 11 de maio, em São Paulo, agora em um maior número de salas. As sessões acontecerão no CineSESC, MIS (Museu da Imagem e do Som), Cinemateca Brasileira, Matilha Cultural, Cine Olido e Centro Cultural de São Paulo. Ao todo, serão 23 documentários nacionais e 37 de diversos países, e a maioria terá sua estreia feita no In-Edit desse ano.

A abertura no dia 1º de maio, no MIS, acontece às 18h com um show solo do cantor e compositor Lou Barlow (Sebadoh/Dinosaur Jr.), seguido por um set do DJ Pita Uchoa, às 19h30. Na mesma noite, às 19h, o CineSESC terá a exibição do filme "Twenty Feet From Stardom", vencedor do Oscar 2014 de melhor documentário, com a presença da cantora Claudia Lennear, uma das protagonistas do filme e ex-cantora de apoio de grupos como Rolling Stones, David Bowie, Ike & Tina Turner.

Retrospectiva

Haverá ainda uma retrospectiva inédita do cineasta holandês Frank Scheffer, que há 30 anos produz documentários musicais. A vida e obra de Gustav Mahler, Frank Zappa, Edgar Vasere, Brian Eno e John Cage já foram retratadas por Scheffer, que além de homenageado é convidado da mostra brasileira.

Serão exibidos alguns trabalhos do diretor, como "Conducting Mahler", que capta a emoção de diferentes maestros; "In The Ocean", sobre três jovens compositores; "Varèse: The One All Alone", sobre a vida e obra de Edgar Varèse; "How To Get Out Of The Cage", sobre o compositor John Cage; e "A Pioneer Of The Future Of Music", sobre o músico Frank Zappa.

Destaques

Entre os destaques internacionais, haverá exibição do documentário "Hear My Train a Comin'" sobre o guitarrista Jimi Hendrix; "Finding Fela", que retrata a vida do criador do afrobeat Fela Kuti; "Good ol’ Freda", a história dos Beatles contada pela secretária Freda Kelly, que fazia a comunicação do grupo; as faces do punk e do hardcore em "Filmage: The Story Of Descendents/All"; além de filmes sobre os grupos Super Furry Animals, The National e a história da cantora feminista Kathleen Hanna (Bikini Kill, Le Tigre, Julie Ruin).

Já o panorama brasileiro terá longas, médias e curtas inéditos, que serão exibidos de acordo com as categorias: "Competição Nacional", "Mostra Brasil", "Brasil.Doc", "Curta Um Som" e "Cine+Música". A vida e obra de Ney Matogrosso, Cauby Peixoto, Nelson Triunfo, Mario Lago, Angela Ro Ro e a história da casa de shows carioca Circo Voador estão entre os temas nacionais desse ano.

"Estamos muito surpresos com a qualidade das inscrições que chegaram para a gente. São filmes muito bons, tanto que recuperamos a seção "Brasil.Doc", onde ficam os filmes mais arriscados, de linguagens mais diferentes", explica o curador. "O In-Edit é a segmentação da segmentação de filmes. A curadoria funciona como alguém que filtra os filmes de uma maneira que esse público específico gosta." O resultado é um cardápio de filmes variados, que contam histórias de bandas, artistas e movimentos a partir de pontos de vista inéditos ou pouco explorados.

Plataforma digital

Após o festival, o próximo passo será a conclusão do desenvolvimento da plataforma de documentários musicais "on demand", em versão totalmente brasileira. "É um projeto que a gente começou na Espanha, já deveria ter inaugurado aqui", explica Aliche. "Queremos oferecer filmes nacionais e estrangeiros em uma plataforma online paga, estamos tentando patrocínio para lançar e manter, ter uma equipe." A nova previsão é de que o canal seja lançado no segundo semestre. 

In-Edit Brasil - 6º Festival Internacional do Documentário Musical
De 1º a 11 de maio, em São Paulo, nas salas do CineSESC, MIS, Cinemateca Brasileira, Matilha Cultural, Cine Olido e Centro Cultural São Paulo (salas Lima Barreto e Paulo Emilio Salles Gomes)
Ingresso: gratuito, exceto no CineSESC (R$ 10, inteira, R$ 5 (idosos, estudantes, usuários Sesc) e R$ 2,50 (comerciários)
Mais informações sobre a programação completa no site oficial do In-Edit

Show de abertura com Lou Barlow
Quinta-feira, 1º de maio, no MIS (Museu da Imagem e do Som - av. Europa, 158), às 18h
Ingresso: gratuito, com distribuição restrita de 100 cortesias uma hora antes do espetáculo

Leia tudo sobre: in-editfestivaldocumentario musicalfilmesigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas