Público usa protetor solar e canga para se proteger do sol no Autódromo de Interlagos, onde acontece o festival

Em meio ao sol forte e ao calor intenso, o público do Lollapalooza disputa pequenas áreas de sombra perto dos palcos, na tentativa de assistir aos shows com mais conforto.

Leia também: Lollapalooza tem Arcade Fire, Soundgarden e New Order neste domingo

Durante a apresentação do Apanhador Só, por volta das 12h30 deste domingo (6), um pequeno quadrado de sombra ao pé da torre de som foi apelidado de "camarote".

"Estava lá na frente, mas não aguentei", disse Rita Fantini, que veio ao festival pela primeira vez. "Está tudo tranquilo, mas o sol está terrível."

No caso do palco Interlagos, onde aconteceu o show do Apanhador Só, a sombra estava em lugar privilegiado, oferecendo visão dianteira do palco.

No palco Skol, o principal do Lollapalooza, os fãs só conseguem sombra nas laterais - aos pés de duas torres de som ou do letreiro do festival.

Siga o iG Cultura no Twitter

Com poucas opções, o público se prepara como pode. Protetor solar é item indispensável, e muita gente usa cangas e toalhas para conseguir algum alívio.

"A gente traz a canga para sentar, deitar, se proteger do sol e do frio também, na hora de ir embora", disse Eugênio Lacerda, que no momento usava o tecido preso à cabeça. "É o típico outono, inverno, verão, primavera de São Paulo", brincou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.