Arcade Fire encerra o Lollapalooza com homenagens ao Brasil e clima de festa

Por Susan Souza , iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

De acordo com a organização, 60 mil pessoas estiveram presentes no festival neste domingo (6), em São Paulo

Foi com clima de festa que os canadenses do Arcade Fire fecharam a terceira edição do Lollapalooza, que aconteceu no autódromo de Interlagos, em São Paulo. De acordo com a produtora do evento, neste domingo (6), foram vendidos 60 mil ingressos. No sábado (5), que teve atrações como Muse, Phoenix e Lorde, os 70 mil ingressos disponíveis foram vendidos.

Arcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iGArcade Fire fecha a terceira edição do Lollapalooza . Foto: Claudio Augusto / iG

Atração principal do segundo e último dia de Lolla, o Arcade Fire trouxe a turnê do disco, "Reflektor", lançado em 2013. A primeira vez que o grupo veio ao País foi em 2005, quando ainda era estreante e tinha somente um álbum gravado, "Funeral" (2004). Antes de passar pelo Lolla, o grupo tocou no Rio de Janeiro, na última sexta-feira (4).

A apresentação paulistana abriu com a dançante "Reflektor", seguida por "Flashbulb Eyes", também do disco novo, e uma sequência de faixas dos álbuns anteriores, como "Neighborhood #3 (Power Out)", "Rebellion (Lies)" e "The Suburbs", anunciada pelo vocalista Win Butler, em português, como "uma música sobre saudade".

A imponente "Ready to Start" veio logo em seguida, provando que o Arcade Fire merecia o posto de atração principal da noite. A canção movimentou a maioria da plateia, que cantava intensamente. O setlist ainda teve momentos de homenagem ao Brasil, com trechos de "Nine Out of Ten", de Caetano Veloso, e "O Morro Não Tem Vez", de Tom Jobim, esta cantada em bom português por Régine Chassagne.

Os integrantes ainda levaram a bandeira do Brasil ao palco, colocaram no telão algumas cenas carnavalescas do filme nacional “Orfeu Negro'' e soltaram um trecho de "Aquarela do Brasil", de Ary Barroso. Atencioso, Butler não economizou e disse "obrigado" várias vezes em português, visivelmente satisfeito com a apresentação.

Colorido, tanto no som quanto no visual, o Arcade Fire fez uma das apresentações mais vibrantes da terceira edição do Lollapalooza. Por serem em muitos músicos no palco, a sensação de festa vinha naturalmente, reforçada pelas dançantes faixas do disco novo e pela empolgação da plateia, que estava bastante receptiva e acompanhava as letras.

Com o repertório de quatro álbuns lançados regularmente de três em três anos, a combinação do conteúdo introspectivo com a fase mais dançante de "Reflektor" entraram em uma sintonia boa, que funcionou perfeitamente no palco maior do Lollapalooza.

Para os novos e os antigos fãs do grupo, a festa promovida pelo Arcade Fire, ao vivo, é como uma recarga de energia. Na última parte do show, a banda escolheu as faixas mais novas "Normal Person" e "Here Comes the Night Time", acompanhada por uma chuva de papel picado. Para finalizar, "Wake Up", faixa do disco de estreia, cuja melodia foi entoada em massa, sem instrumentos, durante a emocionante despedida do grupo.

Leia tudo sobre: Arcade Firemúsicalollapaloozalollapalooza 2014showigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas